É curioso o desplante e desfaçatez com que a classe politica trata os assuntos de estado. Demonstrando um total desrespeito pelos eleitores que os elegeram para servirem o país

.posts recentes

. Isto esta tudo louco

. A segurança dum país.

.tags

. “É para inglês ver”; insustentável; list

. “falta de carácter”

. “OBVIAMENTE

. "a voz do dono"

. "Não tenho andado por aqui"

. "o baqueiro do regime"

. "O insólito acontece "

. "reduzir salários"

. 10.8%;erro;grave;desemprego

. 14%; desemprego

. 150 bombeiros

. 150.000 entalhes.

. 25 abril

. 27º

. 4 Milhões

. «por que no te callas»

. a aldeia dos trafulhas.

. a arte de bem mentir.

. a culpa morre solteira

. a força

. a gamar é que esta o ganho

. A ministra? E os exames…

. a primeira baixa colateral

. a velha

. abertura

. acabou

. acepipe

. agentes políticos

. agressões

. aguenta

. ai

. ajuda

. al-zarqawi

. alcachofra

. alcatrão

. alemao

. alguem diferente

. alimentar

. almeida ao poder.

. amnistia

. amo-te

. ana politkovskaia

. anjos caídos

. aprender

. armadilha mortal

. arquivamento

. arredondamento; banco; roubo; arrogante

. Arriba Fóssil

. asneira; nuclear; falências; electricida

. asno

. asnos; governam

. assalto; banco

. assaltos

. assaltos violentos

. assistência

. avô cantigas

. azar; vai-te satanás

. balbúrdia

. baldas

. bancarrota; guerra-civíl

. bancos; depositos

. bancos; lucros

. bandeira

. bando de bestas

. banha da cobra

. bárbaros; império; reformas

. bes

. besta; muro

. bestas

. bestiais

. bicha popular

. bilderberg; foleiro

. bisonte;

. bloco central

. BMW; sumptuárias; encantar; défice

. bobo

. brasil

. briosa de luto

. bronco; sporting

. Buracos negros; pensões douradas; vidas

. burlesco; revolta; fora-da-lei

. burro

. burros e jumentos.

. c.g.d.

. cacto

. cada cavadela

. corrupção

. corruptos

. demagogia

. economia da ruína

. estupidez

. grécia

. incompetente

. militares

. oportunismo

. pedofilia

. ridículo

. roubo

. socialismo

. sons of anarchy

. todas as tags

.arquivos

. Novembro 2017

. Junho 2017

. Outubro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

Quinta-feira, 21 de Outubro de 2010

Isto esta tudo louco

Como é que alguém que num ano – em ano de eleições - em 4 tentativas não acerto no valor de défice. Quando subiu os salários e desceu o IVA em momento de jeito eleitoral. Ouve quem avisasse e alertasse sobre o erro. Mas as vozes eram dos, “velha” do Restelo. Era o “bota baixismo”. Eu a’que sei, da poda percebo eu. Ai esta o resultado. Noutro ano com orçamento e PECs ás pazadas continua a falhar. O que falhou? E o resultado esta ai para quem quiser sentir o amargo do falhanço.

 

E neste orçamento, o deve não deve ás ascendis. Que ninguém ascende a coisa nenhuma mas muitos vão descer aos infernos. E outras. Vem falar em credibilidade, defraudar expectativas…! Mas que andaram a fazer estes anos? A credibilizar? O quê e quem? Não andaram a sustentar expectativas com a trapalhada do “bota baixismo”, do “a crise já acabou”, era o país das maravilhas. Tantas vezes que falaram na “Alice no país das Maravilhas” conto que serviu de exemplo tantas vezes que ai esta o resultado. Governar um país não é como ler um conto.

 

Foram anos de propaganda em que se somaram a diabolização das vozes que se faziam ouvir em avisos. E outras inqualificáveis observações do grupo que é o motor da destruição económica e do moral deste sitio mal frequentado.

 

Faça um favor a si mesmo e acima de tudo aos portugueses. Demita-se, deixe a pasta para quem possa saber do assunto.

publicado por carlocos às 23:54
link do post | Arrifem comentários | favorito
Segunda-feira, 4 de Junho de 2007

A segurança dum país.

É da responsabilidade do ministério da administração interna, assim como a segurança dos cidadãos e valores.

Quando a violência aumenta e criminalidade prospera é porque a segurança interna falha. É resultado da actuação desse ministério e das decisões do seu titular.

Há quem nada faça e tudo se mantenha como até ai. A coisa vai decorrendo na pasmaceira habitual mantendo os padrões médios de actuação e competência. Mas, há quem na sua fúria reformista intervenha e qual anti Rei Midas tudo o que toque em vez se transformar em oiro se transforme em asneira. É assim, o resultado do que se passa neste país. E como este MAI trata a segurança dos cidadãos?

Diariamente somos confrontados com o aumento da criminalidade violenta. Bandos que fazem autênticos rally paper de assaltos. A rota de actuação envolve bombas de gasolina, dependências bancárias, maquinas A.T.M., carros de valores, ourivesarias, restaurantes e um, não sei que mais de oportunidades que se deparam aos criminosos. Alguns bandos executam vários assaltos seguindo um rumo preestabelecido.

Tem havido um cuidado para tratar estas notícias e só amiúde é que vêm ao conhecimento dos cidadãos e sempre com uma violência na maioria dos casos fatal para quem tem a infelicidade de se encontra no caminho desta escumalha. Quando o aparato da actuação é de tal a violência que não é possível esconder ou disfarçar a noticia, é que ela é tratada. Hoje mais uma vez o aparato foi tal que durante horas foi encerrado um dos itinerários principais a IP4, noticia AQUI.

Será este o país resultante das reformas na administração interna? Será que os portugueses em nome de uma reforma contra eles apoiam um ministro que recentemente abandonou o cargo?

Os cidadãos não podem esquecer que a vitima destas reformas são eles próprios é a eles que são tirados os direitos. São eles as principais vítimas dos criminosos. São eles que pagam e em lugar de ver o retorno das suas contribuições vêm os criminosos progredir na vida quer os de colarinho branco – os mais perigosos – quer os outros.

Os lisboetas não podem esquecer que este candidato Costa é o mesmo que viu a criminalidade subir e que fez ele? Uma trapalhada reformista contra as forças de segurança e os cidadãos. A mesma que aparenta reforçar a propagação da praga criminal.

O maior temor de momento é que este sujeito seja eleito e destrua o resto da bela cidade que me viu nascer e à qual sempre com emoção regressei.

publicado por carlocos às 21:00
link do post | Arrifem comentários | favorito

referer referrer referers referrers http_referer

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.links

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds