É curioso o desplante e desfaçatez com que a classe politica trata os assuntos de estado. Demonstrando um total desrespeito pelos eleitores que os elegeram para servirem o país

.posts recentes

. Porque se morre na estrad...

.tags

. “É para inglês ver”; insustentável; list

. “falta de carácter”

. “OBVIAMENTE

. "a voz do dono"

. "Não tenho andado por aqui"

. "o baqueiro do regime"

. "O insólito acontece "

. "reduzir salários"

. 10.8%;erro;grave;desemprego

. 14%; desemprego

. 150 bombeiros

. 150.000 entalhes.

. 25 abril

. 27º

. 4 Milhões

. «por que no te callas»

. a aldeia dos trafulhas.

. a arte de bem mentir.

. a culpa morre solteira

. a força

. a gamar é que esta o ganho

. A ministra? E os exames…

. a primeira baixa colateral

. a velha

. abertura

. acabou

. acepipe

. agentes políticos

. agressões

. aguenta

. ai

. ajuda

. al-zarqawi

. alcachofra

. alcatrão

. alemao

. alguem diferente

. alimentar

. almeida ao poder.

. amnistia

. amo-te

. ana politkovskaia

. anjos caídos

. aprender

. armadilha mortal

. arquivamento

. arredondamento; banco; roubo; arrogante

. Arriba Fóssil

. asneira; nuclear; falências; electricida

. asno

. asnos; governam

. assalto; banco

. assaltos

. assaltos violentos

. assistência

. avô cantigas

. azar; vai-te satanás

. balbúrdia

. baldas

. bancarrota; guerra-civíl

. bancos; depositos

. bancos; lucros

. bandeira

. bando de bestas

. banha da cobra

. bárbaros; império; reformas

. bes

. besta; muro

. bestas

. bestiais

. bicha popular

. bilderberg; foleiro

. bisonte;

. bloco central

. BMW; sumptuárias; encantar; défice

. bobo

. brasil

. briosa de luto

. bronco; sporting

. Buracos negros; pensões douradas; vidas

. burlesco; revolta; fora-da-lei

. burro

. burros e jumentos.

. c.g.d.

. cacto

. cada cavadela

. corrupção

. corruptos

. demagogia

. economia da ruína

. estupidez

. grécia

. incompetente

. militares

. oportunismo

. pedofilia

. ridículo

. roubo

. socialismo

. sons of anarchy

. todas as tags

.arquivos

. Novembro 2017

. Junho 2017

. Outubro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2007

Porque se morre na estrada?

É curioso mas há qualquer coisa que não bate certo.

Nos últimos anos mais precisamente desde a entrada em vigor do último código da estrada temos vindo a assistir a uma acentuada redução dos sinistros automóveis. Inicialmente propagandeado como o fazedor de todos os milagres e redutor dos sinistros automóveis. Porém se os acidentes diminuiriam a perca de vidas humanas aumentou.

E essa é a verdade, a triste e única resultante. Poderíamos dizer que o parque automóvel é velho e pouco seguro que o excesso de velocidade é a maior causa de acidentes. Só que para ambas as questões a resposta não é elucidativa. E a razão é muito simples. O parque automóvel sofreu uma vantajosa melhoria. Carros mais moderno mais seguros e na generalidade possuidores de sistemas de protecção ao habitáculo activos e passivos. coisa que ainda há uns anos atrás era novidade. Em questão á velocidade não se vêm alterações significativas. Os portugueses, “alguns” continuam a conduzir como se de uma pista de fórmula 1 as nossas estradas se tratassem.

Então o porquê do aumento de mortes? À sorte ou azar com certeza não se pode atribuir só a culpa. Já que as razões que são apresentadas para a maioria dos acidentes são as mesmas de sempre. Excesso de velocidade, condução sobre o efeito de álcool. Se a fiscalização aumentou, se os acidentes diminuiriam, se a segurança nos veículos melhorou, então as causas das mortes têm que ser procuradas noutra vertente. E é aqui que chegamos à assistência.  

A questão que se impõe e ainda não ouvi ser discutida é se a assistência aos acidentados esta a ser correctamente aplicada. As medidas implementadas pelo governo na saúde, são as correctas? A coordenação centralista do socorro é a melhor? A acção do INEM é a devida? As urgências nos hospitais estão a funcionar? Os técnicos de saúde são os necessários? Várias perguntas que se tiverem resposta positiva, levam ainda à mesma e única questão. Então o porquê do aumento de mortes na estrada?  

Estaremos a ser vítimas de actuação. Ou da falta dela?

Infelizmente já aconteceram mortes por falta de assistência. É inegável. Agora a questão é se os últimos casos que vieram a publico são únicos ou se há mais que não foram relatados…

A centralização da acção no socorro reduziu despesas? À custa de vidas humanas?

E também, é incompreensível que com menos acidentes aja mais mortos. É como que com menos farinha fazer pais pão.

Esta é uma questão que queiramos ou não um dia, num momento de infelicidade poderá nos bater à porta.  


referer referrer referers referrers http_referer

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.links

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds