É curioso o desplante e desfaçatez com que a classe politica trata os assuntos de estado. Demonstrando um total desrespeito pelos eleitores que os elegeram para servirem o país

.posts recentes

. Uma desparasitação delici...

. Oh Pedrinho, é feio andar...

. É curioso a frase.

. Para que serve um Ministr...

. Qual é imagem de marca de...

. Mário Viegas Manifesto An...

. O pior presidente de semp...

. Vale a pena ir votar?

. Um presidente um governo.

. O fulano Decidiu que não ...

. Porque se fazem eleições ...

. Porque incomoda a tanta g...

. Pergunta do dia

. Anda por ai uma direita d...

. Olha como está irritada

. Andam todos por ai assust...

. Afinal o ps não aprendeu ...

. Que democracia é esta

. Diz o povo na sua sabedor...

. Existe gente com uma pret...

. “Ajudemos o presidente a ...

. O governo não sabia da li...

. Tiques de ditador.

. Porque razão apresentou a...

. O homem ainda não morreu ...

. Ulrich: "Troika mandou-me...

. Tanto ruido.

. 'Swissleaks' e a xariá

. O EMIGRANTE

. Quando se entra em campan...

. O alarve

. É um conto de crianças.

. Quando os valores morais ...

. Os nossos amigos de turba...

. 10 minutos da vida dum tr...

. Uma ideia, um terrorismo....

. O Mário e gafes

. Mais uma aventura que vai...

. O ambiente cheira mal

. Quando a saúde não tem me...

. Ilhas selvagens portugues...

. Estou farto dos que dizem...

. Quantos pobres recebem “9...

. Grande golpe publicitário...

. Muito se tem falado e esc...

. Visita Guiada ao Museu Mi...

. Como lida a polícia no br...

. A TAP, e os palermas

. BEM-HAJA, Senhor Almirant...

. São noticias deste calibr...

.tags

. “É para inglês ver”; insustentável; list

. “falta de carácter”

. “OBVIAMENTE

. "a voz do dono"

. "Não tenho andado por aqui"

. "o baqueiro do regime"

. "O insólito acontece "

. "reduzir salários"

. 10.8%;erro;grave;desemprego

. 14%; desemprego

. 150 bombeiros

. 150.000 entalhes.

. 25 abril

. 27º

. 4 Milhões

. «por que no te callas»

. a aldeia dos trafulhas.

. a arte de bem mentir.

. a culpa morre solteira

. a força

. a gamar é que esta o ganho

. A ministra? E os exames…

. a primeira baixa colateral

. a velha

. abertura

. acabou

. acepipe

. agentes políticos

. agressões

. aguenta

. ai

. ajuda

. al-zarqawi

. alcachofra

. alcatrão

. alemao

. alguem diferente

. alimentar

. almeida ao poder.

. amnistia

. amo-te

. ana politkovskaia

. anjos caídos

. aprender

. armadilha mortal

. arquivamento

. arredondamento; banco; roubo; arrogante

. Arriba Fóssil

. asneira; nuclear; falências; electricida

. asno

. asnos; governam

. assalto; banco

. assaltos

. assaltos violentos

. assistência

. avô cantigas

. azar; vai-te satanás

. balbúrdia

. baldas

. bancarrota; guerra-civíl

. bancos; depositos

. bancos; lucros

. bandeira

. bando de bestas

. banha da cobra

. bárbaros; império; reformas

. bes

. besta; muro

. bestas

. bestiais

. bicha popular

. bilderberg; foleiro

. bisonte;

. bloco central

. BMW; sumptuárias; encantar; défice

. bobo

. brasil

. briosa de luto

. bronco; sporting

. Buracos negros; pensões douradas; vidas

. burlesco; revolta; fora-da-lei

. burro

. burros e jumentos.

. c.g.d.

. cacto

. cada cavadela

. corrupção

. corruptos

. demagogia

. economia da ruína

. estupidez

. grécia

. incompetente

. militares

. oportunismo

. pedofilia

. ridículo

. roubo

. socialismo

. sons of anarchy

. todas as tags

.arquivos

. Novembro 2017

. Junho 2017

. Outubro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

Quinta-feira, 16 de Fevereiro de 2012

14%, é um flagelo sem procedentes

Quando os níveis de desemprego atingem a taxa de não retorno é muito difícil uma sociedade recuperar e voltar a criar de novo emprego. Essa sociedade pode passar a crescer que muito dificilmente volta a gerar emprego. Isto pela simples razão que desemprego gera desemprego. é essa a principal razão que uma sociedade deve temer altas taxas de desemprego. Capazes de aglutinar uma larga franja da sociedade nas margens. Envoltas numa pobreza que eram partes esquecidas duma história relativamente recente.

Temo que Portugal esteja neste momento nesse paradigma. Mas com a agravante, sem medidas que levem a recuperação económica.

Quando o actual 1ª ministro, disse que o país tinha que empobrecer e mandou migrar os piegas. Talvez… nem ele com o deslumbre de governar um país pobre e atrasado visualizasse uma situação igual à que neste momento nos encontramos.

Uma sociedade que entra nesse caminho nunca poderá atingir níveis de equilíbrio social. O caminho dessa sociedade é para o retrocesso civilizacional.

Os sem-abrigo multiplicam-se pelas cidades começando já a ser incomodativos mesmo para as consciências adormecidas de alguns. Pouco falta para que comecem de novo nascer bairros de lata visíveis nas periferias das grandes cidades. Com a agravante que não serão ocupados por imigrantes e desempregados. Muito pelo contrário as massas que estão a ser empurradas para essa situação são naturais das zonas e empregados que não ganham o suficiente para sobreviver condignamente. Neste caso a constituição tão vilipendiada por uma elite deslumbrada por um Portugal pobre e miserável de nada serve, nem tão pouco os incómoda.       

Deveria de servir de preocupação e entendimento os sinais e avisos que por essa Europa se faz ouvir, onde cada vez são mais as vozes de aviso que o caminho que percorremos é sinuoso e sem retrocesso. Começam-se fazer ouvir demasiado frequentemente para que estes brincalhões da política não as oiçam. Brincalhões que escolheram brincar com a vida das pessoas escolhendo ocupações de lazer como ministros dumas, economias, finanças, desemprego, miséria social.

Sr. Passos perdidos que vitória 14%. Bem sei que a locomotiva do desemprego vem embalada do anterior governo, virgens pudicas que foram apanhadas de surpresa isto pelas palavras do Sr. Seguro. Mas que fez este governo para combater este flagelo? Tirar recursos às famílias? Aumentar a lista de pobres não é combater o desemprego, é agravar. Só numa sociedade de estúpidos é que se retira recursos de modo a parar a economia. Mas de recessão em recessão vamos caminhando felizes para o abismo.

Já agora, as cigarras deste país são essas torpes políticas.

publicado por carlocos às 22:44
link do post | Arrifem comentários | favorito
1 comentário:
De Nuno Duarte a 18 de Fevereiro de 2012 às 02:18
É uma visão bem real do que vivemos. Tenho 35 anos e no final de Março passo a engrossar o exército dos desempregados,fazendo parte dos 58% que não recebem subsídio de desemprego. Toda a minha vida foi formatada para viver nesta sociedade que agora me parece rejeitar. Prescindi de sonhos, mudei o azimute na vida porque o futuro era ter um curso superior, ser instruído, garantir um bom emprego e ter uma família, depois comprar muitas coisas e ser feliz. Que engano, não culpo os meus pais por me terem mostrado este caminho, no fundo ainda foram mais enganados do que eu, a 1º geração da liberdade neste país. Recuso-me a vacilar, vou caindo, mas a cada queda sinto-me mais forte, mais consciente. Sei que o caminho não é este, traçado por agiotas e fatos sem alma. Começo a traçar uma rota que é diferente e desconhecida, mas curiosamente dá-me um certo poder. Hoje, pelas horas da morte não choro e vejo uma escapatória, longe deste marasmo em que nos convencem que estamos, a lutar pelo que acredito e a recusar este KO que me queriam impor logos nos primeiros assaltos. Surpresa, o poder que se pode ter e mais, a influência que parecemos ter sobre quem é mais novo e que ainda sofre de maleita pior. Há alternativas, tem de haver, uns que lutam pela justiça e se recusam a calar como o écurioso, qual farol que nos informa da rota suicida destes Francescos Schettinos, que por acaso são os primeiros a abandonar o navio. Há alternativas, porque não nós os que ainda não somos velhos, mas já não somos jovens sermos também os faróis de um novo caminho, com menos tempestades, com mais humanidade e no fundo onde todos se possam expressar e tenham o seu papel, sem Alemanhas e com muitas Grécias ao autor deste espaço.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.links

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds