É curioso o desplante e desfaçatez com que a classe politica trata os assuntos de estado. Demonstrando um total desrespeito pelos eleitores que os elegeram para servirem o país

.posts recentes

. Uma desparasitação delici...

. Oh Pedrinho, é feio andar...

. É curioso a frase.

. Para que serve um Ministr...

. Qual é imagem de marca de...

. Mário Viegas Manifesto An...

. O pior presidente de semp...

. Vale a pena ir votar?

. Um presidente um governo.

. O fulano Decidiu que não ...

. Porque se fazem eleições ...

. Porque incomoda a tanta g...

. Pergunta do dia

. Anda por ai uma direita d...

. Olha como está irritada

. Andam todos por ai assust...

. Afinal o ps não aprendeu ...

. Que democracia é esta

. Diz o povo na sua sabedor...

. Existe gente com uma pret...

. “Ajudemos o presidente a ...

. O governo não sabia da li...

. Tiques de ditador.

. Porque razão apresentou a...

. O homem ainda não morreu ...

. Ulrich: "Troika mandou-me...

. Tanto ruido.

. 'Swissleaks' e a xariá

. O EMIGRANTE

. Quando se entra em campan...

. O alarve

. É um conto de crianças.

. Quando os valores morais ...

. Os nossos amigos de turba...

. 10 minutos da vida dum tr...

. Uma ideia, um terrorismo....

. O Mário e gafes

. Mais uma aventura que vai...

. O ambiente cheira mal

. Quando a saúde não tem me...

. Ilhas selvagens portugues...

. Estou farto dos que dizem...

. Quantos pobres recebem “9...

. Grande golpe publicitário...

. Muito se tem falado e esc...

. Visita Guiada ao Museu Mi...

. Como lida a polícia no br...

. A TAP, e os palermas

. BEM-HAJA, Senhor Almirant...

. São noticias deste calibr...

.tags

. “É para inglês ver”; insustentável; list

. “falta de carácter”

. “OBVIAMENTE

. "a voz do dono"

. "Não tenho andado por aqui"

. "o baqueiro do regime"

. "O insólito acontece "

. "reduzir salários"

. 10.8%;erro;grave;desemprego

. 14%; desemprego

. 150 bombeiros

. 150.000 entalhes.

. 25 abril

. 27º

. 4 Milhões

. «por que no te callas»

. a aldeia dos trafulhas.

. a arte de bem mentir.

. a culpa morre solteira

. a força

. a gamar é que esta o ganho

. A ministra? E os exames…

. a primeira baixa colateral

. a velha

. abertura

. acabou

. acepipe

. agentes políticos

. agressões

. aguenta

. ai

. ajuda

. al-zarqawi

. alcachofra

. alcatrão

. alemao

. alguem diferente

. alimentar

. almeida ao poder.

. amnistia

. amo-te

. ana politkovskaia

. anjos caídos

. aprender

. armadilha mortal

. arquivamento

. arredondamento; banco; roubo; arrogante

. Arriba Fóssil

. asneira; nuclear; falências; electricida

. asno

. asnos; governam

. assalto; banco

. assaltos

. assaltos violentos

. assistência

. avô cantigas

. azar; vai-te satanás

. balbúrdia

. baldas

. bancarrota; guerra-civíl

. bancos; depositos

. bancos; lucros

. bandeira

. bando de bestas

. banha da cobra

. bárbaros; império; reformas

. bes

. besta; muro

. bestas

. bestiais

. bicha popular

. bilderberg; foleiro

. bisonte;

. bloco central

. BMW; sumptuárias; encantar; défice

. bobo

. brasil

. briosa de luto

. bronco; sporting

. Buracos negros; pensões douradas; vidas

. burlesco; revolta; fora-da-lei

. burro

. burros e jumentos.

. c.g.d.

. cacto

. cada cavadela

. corrupção

. corruptos

. demagogia

. economia da ruína

. estupidez

. grécia

. incompetente

. militares

. oportunismo

. pedofilia

. ridículo

. roubo

. socialismo

. sons of anarchy

. todas as tags

.arquivos

. Novembro 2017

. Junho 2017

. Outubro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

Sábado, 15 de Março de 2008

Fragatas em saldos.

Estavam avaliadas em 30 milhões de euros cada uma e acabaram a preço de saldo.

A venda ao Uruguai de duas fragatas classe João Belo, por 13 milhões de euros, com o pagamento a prestações suaves durante 6 anos. é mais um fiasco deste governo.

Segundo o secretário de Estado da Defesa, Mira Gomes, "foi um bom negócio". É possível. Agora para quem isso é outra questão. Se estavam avaliadas por 30 milhões de euros por unidade e acabam em saldo a ser vendidas por menos de metade e a prestações. Bom negócio não foi para Portugal com certeza.

Tivessem elas, as fragatas sido vendidas pelo então ministro da defesa Paulo Portas e gostava de ver se ficávamos só por “foi um bom negócio”.

O Uruguai opera algumas unidades destes navios cedidos pelos Franceses. Que sofreram uma modernização nos anos 80, que incluiu a instalação de mísseis anti-navio Exocet. Que os Ingleses tão bem conhecem da Guerra das Malvinas.

Ainda faltam outros “foi um bom negócio” como o caso dos Puma, Alouette III e dos F16 ao pacote.

 

Este sitio cada vez mais se parece com a parvónia. Como pode ser seguido neste link. No caso português, os números são tão mais absurdos, quanto se sabe não só as aeronaves F-16 foram sobre avaliadas, como ainda por cima, nem sequer existem, pois só seria possível encontrar comprador, depois de ser efectuada a modernização MLU, a qual está vários anos atrasada.

 

Seria talvez seja deveras interessante aprofundar a razão de tão grande disparidade entre os valores atribuídos na avaliação das Fragatas e a receita final. Com a agravante de ser a prestações, em seis anos.

Já agora, “foi um bom negócio”? Para quem?

música: “foi um bom negócio”
Sexta-feira, 14 de Março de 2008

Na parvónia.

O governo marca manifestação de apoio para o Porto.

 

Inicialmente era para se realizar um jantar, mas a ASAE fez uma visita relâmpago à tasca e encerrou-a por falta de asseio e ementa imprópria.

A ementa que estava para ser servida.

 

Aperitivos e mentiras.

Impostos, Scuts, S.N.S, 150.000 empregos, Escola publica, desemprego, criminalidade e etc. 

 

Prato de peixe.

Massada de Cherne

Ficou sem efeito porque o camião frigorífico que vinha de Espanha com o Marisco e o Cherne fresco ficou retido por questões de higiene.

O produto em questão foi adquirido em Espanha porque a nossa indústria pesqueira é incipiente e não garantia a qualidade do produto desejado.

Em resultado das reformas introduzidas e pelo excelente desempenho do Ministério da Agricultura.

 

Prato de carne.

Rodízio de carne oriunda do Brasil.

A carne foi apreendida pela ASAE no aeroporto. Devido à proibição da importação de carne do Brasil pela União Europeia.

A carne foi importada porque  com o aumento das rações e depois de anos de seca e em resultado das reformas e excelente desempenho do Ministério da Agricultura a produção nacional deixou de ser capaz de satisfazer a procura.

 

Vinho, sumos e águas.

Vinho, feito a martelo porque a foice anda nas manifestações dos prof.

Sumos; em resultado das reformas introduzidas e pelo excelente desempenho do Ministério da Agricultura a água será servida em copos com a imagem do fruto escolhido.

 

Doces, fruta e digestivos.

Doce da casa; Perseguições políticas;

Todo e qualquer professor ou outro qualquer funcionário público que contar anedotas sobre o PM e que mencione canudos da farinha amparo será logo demitido.

Chuta no prof;

Todo o professor à partida é um incapaz podendo vir a provar alguma qualidade se demonstrar fidelidade ao governo.

Espezinha o FP;

Todo e qualquer funcionário público é um incapaz. Mesmo com o auxílio da tutela de dirigentes políticos incompetentes e oportunistas o desempenho é medíocre. Tem a salvação da informação anual no cartão do partido.

Crime à solta;

Com a aprovação do novo código penal que o governo tanto se empenhou os cidadãos tem garantido a emoção de uns assaltos enquanto levantam dinheiro em ATM, o furto dos seus automóveis enquanto esperam a mudança para verde dos sinais.

Ajuste directo;

O tribunal de contas não aprova. Mas fazem.

 

Indigestíveis;

Maior taxa de desemprego dos últimos 20 anos. Uma vitória suada do governo. Caminhamos para a maior de sempre.

Ultrapassado o Salazar em emigração. O gajo era um frouxo.  

Maior fosso entre ricos e pobres. Ainda dizem que não fazem obra.

Aumento do custo de vida.

20% No limiar da pobreza.

Encerramento dos centros de saúde e aparecimento da actividade privada.

Subsidio de emprego uma miragem para alguns cada vez menos.

Medicamentos mais caros.

Menos comparticipação nos medicamentos.

Maiores salários e mais regalias para políticos. O banco de Portugal é um oásis.

Menores salários, mais deveres e menos regalias para todos os outros.

 

Como pelos vistos a ementa não era assim tão saudável optaram por uma manifestação inicialmente no Dragão durante um jogo das competições europeias – na Catedral nem pensar que assobios eram mais que muitos – sempre era confortante os apoiantes do FCP. Mas o Porto – os Alemães – fez a desfeita e assim como assim vão para um palco escondido e esconso que se pode encher com seguranças. Afinal também servem para número.

 

Afinal os socretinos Têm razão para comemorar?

 

Todos ao Porto para os ovo-acionar.

 
música: socretinos
publicado por carlocos às 22:37
link do post | Arrifem comentários | favorito
Domingo, 9 de Março de 2008

Quem fala assim, não merece o mínimo respeito.

São políticos deste nível que fazem ter asco pela política à portuguesa. Ter pouca memória é um problema mas fazer demonstrações públicas dela é outro mais grave.

 

Muitos nomes ouve que fizeram mais pela democracia em Portugal que aqueles a que este senhor se refere. Ouve quem não fugisse e lutasse nos teatros de guerra que ceifaram tantas vidas. E mesmo assim tentasse e conseguisse derrubar o regime. Mesmo não esquecendo que o PCP tem uma história rica de luta contra o anterior regime. Não pretendendo falar em nomes porque me iria esquecer de alguns. O que me causaria sentimento de culpa e receio de me confundir com esse senhor. O que para mim seria uma vergonha.

 

Por este Portugal se existe alguém que confunde os tempos é o governo o mesmo que faz perseguições politicas o mesmo que ameaça quem contesta o mesmo que demite alguém por contar anedotas. O mesmo que persegue quem põe em causa e justamente o titulo de outrem. Donde vem a observação que não se pode dizer mal do governo publicamente? E a fidelidade ao governo? A “zelote socialista” já foi penalizada pelo acto? Os sinais de confusão são muitos e variados desde a saúde ao ensino onde já ouve demissões politicas. As visitas de agentes “nunca autorizados” ás escolas e sindicatos, com o objectivo de intimidar uns possíveis delinquentes manifestantes é neste governo ao qual pertence e não a outro qualquer desde aquela manhã já longínqua da minha adolescência.

 

Mesmo pelas palavras do actual PM que tem repetido até á exaustão “nada se fez nos últimos 20 anos no ensino” O senhor foi secretário e ministro e como tal e pelo que diz o PM o senhor nada fez! Como agora pode falar contra os professores sobre o que poderia e não fez.

 

Por mim chega.

louvo os militares de Abril e todos os democratas que permitiram que este senhor se esquecesse.

 

Não serve de referência que abona a favor de quem não merece. Que não caía no esquecimento e quem comete tal erro de memória, outros mais graves comete.

 

Em luta contra a ditadura.

Em fundo existe as perseguições politicas mas mesmo assim os professores numa larga e exuberante maioria saíram à rua e desceram à praça do comércio para gritar o seu descontentamento por uma politica obtusa e em nada dignificante da carreira de professores.  

 

Já era tempo de alguém começar a perder o medo e começar a fazer ouvir a sua voz. Desta vez foram os professores espero que outros mais se sigam. Razão para descontentamento à muita e variada, desde as mentiras que somos obrigados diariamente a ouvir à propaganda do governo sem consequência.

 

Ao longo dos tempos foi ao grupo destinado a transmitir o saber que vieram as mais duradouras lições. Desta vez coube-lhes uma lição de luta.

 

Não tenho a menor duvida que ali naqueles mais 100.000 professores NÃO existia uma única licenciatura da farinha amparo. O que noutros locais e com os olhos fitos nesta mega manifestação já não se pode dizer o mesmo.

 

Que os confundam com comunistas ou outros, esse é um problema de momento. Sempre haverá quem levianamente confunda o quê com quem.

tags:
publicado por carlocos às 20:12
link do post | Arrifem comentários | favorito
Sábado, 8 de Março de 2008

Esta ministra da educação tem o futuro com fim à vista.

Lá para perto das eleições será uma medida eleitoralista. Será substituída por alguém mais capaz o que não será difícil. Difícil será encontrar em Portugal alguém de capacidade semelhante.

O esforço para aguentar alguém que é alvo de grande contestação é grande e vai criar algum desgaste a este governo. Mas por outro lado desvia a atenção de outros quadrantes que deixaram de estar expostos ao escrutínio.

Com as atenções viradas para a educação permitiu uma golfada de ar fresco nos outros ministérios. Não é sejam melhores, mas não estão debaixo de fogo enquanto os portugueses estiverem entretidos com as trapalhadas na educação até o “jamé” passa despercebido.

Livremo-nos desta ministra. E os “pontuais” assassínios que estão a surgir em números assustadores tomarão as devidas repercussões. e explicações serão pedidas a quem de direito.

É por isso que o PM vai aguentar esta ministra o mais que poder. Não pode correr o risco da atenção focar noutro ministro e as demissões tomarem a forma de avalanche o que culminará no PM a olhar à sua volta e só lhe restar a alto-exoneração.

publicado por carlocos às 01:31
link do post | Arrifem comentários | favorito
Sexta-feira, 7 de Março de 2008

Policia vai à escola.

A polícia foi ás escolas mas não pelas melhores razões.

Não terá a policia paga pelos cidadãos responsabilidades mais prementes como a segurança dos mesmos? Como temos um país seguro onde a criminalidade é residual. Um país onde os noticiários abrem com homicídios entre portas. Onde já não é noticia os atentados no Iraque, questão que passou para segundo plano dado o empenho dos criminosos caseiros e importados. País que se morre por falta de assistência ali ao lado.

 

Onde o sentimento de insegurança cada vez é mais evidente. Ao ponto de se estar disposto a aceitar a vídeo vigilância como panaceia para a criminalidade. Criminosos que se estão a borrifar para as câmaras quando assaltam as caixas ATM., alguma vez se vão importar com uma porcaria de uma câmara. Sabem que vão servir para o mesmo que servem agora.

 

Lembram-se daquele ministro que dizia que ia por mais agentes na rua? Que os ia tirar das esquadras, que o serviço administrativo seria desempenhado por civis. E aquele o 1º que ainda à dias, poucos atrás dizia que não ia haver mais entradas nas forças de segurança, porque este país era seguro. Talvez o fosse. Mas, e seria bem menos perigoso antes dele. Mas não, afinal o cerne da questão da insegurança esta nos professores esses sim devem ser controlados e os agentes para controlar tais empedernidos criminosos serão sempre poucos.

 

Para os polícias que andam pelas escolas a controlar os professores que vão a manifestações só reconheço um destino justo - e ai seria um governo decente e tem a oportunidade de o demonstrar - a rua. Despir a farda e o fundo de desemprego. Estou farto de atitudes de pressão politica. Não é esse o papel da polícia.

 

Com os militares nunca contem para pressões politicas eles têm o orgulho do dever e honra. Para isso não contam com eles. Utilizem quem não tem honra e esta disposto a tudo. 


referer referrer referers referrers http_referer

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.links

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds