É curioso o desplante e desfaçatez com que a classe politica trata os assuntos de estado. Demonstrando um total desrespeito pelos eleitores que os elegeram para servirem o país

.UTILIDADES


ARTE
Aguarelas de Turner
Elfwood
Fantasy art
Boris Vallejo
Gorodin
Imagenetion
Luis Royo
Soanala
Tendreams
Zindy

ROTEIROS e MAPAS
Atlas local
Autour du Monde
Rotas e Viagens
Maporama.com
Mapas.clix
Mapa Michelin
Planta lisboa

AMBIENTE
Fauna Ibérica
Quercus
Geota
Portal Ambiente Online

COISAS INTERESSANTES
"> Dicas
Portal Europeu da Mobilidade
Expresso Emprego
Lado Negro da WEB
O Império Romano
Revelar Lisboa
Portal da história
Covers
Clube internet
Terramoto 1755
Lyrics
Museu das mentiras
Todays front pages
Realidade oculta
Vatican the Holy See

METEOROLOGIA
Geocid
Instituto de Meteorologia
Previsão do Estado do Tempo
Weather.co.uk

RECEITAS de CULINÁRIA
Culinarias.NET
Gastronomia de Portugal
Gastronomia Tradicional Portuguesa
Petiscos
Receitas de Culinária Online
Receitas e menus
Receitas macrobiótica
Receitas, Refeições e Comida É aqui!
Serviço Português de Gastronomia e Hotelaria

INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA
Atlas Geográfico
Centro de Estudos Geográficos
Earth google
Guia Geográfico
Instituto Geo do Exército
Instituto Geo Português

INVESTIGAÇÃO ESPACIAL
Agencia espacial europeia
SPACE.com
Portal do astrónomo

TEMPLATES
^.^ COYSITAS II ^.^
Mudar o template
Templates by Maximus
Portal By Marina

WALLPAPER
Dave's Scenic Nature
Deviantart
Desktopia
Digital Blasphemy
PCparadise
SPACE
Webshots

CASAS ENGRAÇADAS
Cavalheiros do Apocalipse Diz Que Disse
Esta barra é azul!
Estranho mas verdade
O coiso
Frente de Libertação Caramela
História em Disparates
Macacos sem galho
O Bobo
O MANGALHO ANTÍ-STRESS
vitominas

MOTORES DE BUSCA
Clix
Descobre
Google
Guia gratis
Iol
O leme
O Mocho
Sapo
Tendencia.cc

ENCICLOPÉDIAS E DICIONÁRIOS
Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
corrector On-line
Dicionários
Tradutor
Wikipedia

JORNAIS DE PORTUGAL
Agencia financeira
Correio da Manhã
Diário digital
Diário económico
Diario de notícias
Expresso
Lusa
Jornal digital
Jornal de negócios
Jornal de notícias
Jornalismo & Comunicação
Mundo.pt
Sol
Publico
O 1º de Janeiro
Semanário

REVISTAS
Nova Vaga
Visão
Finisterra
National Geographic
Atlântico
Sabado

TV
TVI

Rádio

Telefonia do Alentejo
RR

JORNAIS REGIONAIS
ALGARVE

Jornal do Algarve
Jornal do sotavento
Região sul

ALTO ALENTEJO
Diário do Alentejo

BAIXO ALENTEJO
Moura digital

BEIRA ALTA
Diário regional Viseu
Nova Guarda

BEIRA BAIXA
Jornal do fundão
Reconquista
Gazeta do interior

BEIRA LITORAL
As Beiras
Diário de Coimbra
Diário de Aveiro
Diário de Leiria

DOURO LITORAL
Imediato

ESTREMADURA
Jornal da praceta
Região de Setubal
Voz do campo
O Setubalense

MINHO
Diário do Minho
Antena Minho-106.0 FM

RIBATEJO
O Mirante
O Ribatejo
Vida Ribatejana

TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO
Mensageiro de Bragança
Voz do nordeste

AÇORES
Azores.gov
Azores digital
Açoriano Oriental
A união

MADEIRA
Madeira.gov
DN da Madeira
Jornal da Madeira

COMUNIDADES PORTUGUESAS
Lusoamericano
Gazeta Lusófona
Jornal Portugal Ilustrado
Mundo-Luso
Portuguese times
Sol Português

ESTRANJA
ANGOLA
Angola Press

ARGENTINA
Clarin Digital
Pagina12

BRASIL
Correio da Bahia
Diario do Nordeste
Globo
News yahoo
Midia sem mascara
Gazeta online

CHILE
El Mercurio
El diario

ESPANHA
El País
El Mundo
abc
Andalucia
El Periodico
Minuto Digital

FRANÇA
Le Monde
Le Figaro

INGLESES
Guardian
The Herald
Financial Times

ITALIANOS
Corriere della Sera
La Repubblica

PORTO RICO
El Nuevo Día

USA
The New York Times
The Washington Post

Islão
Webislam

.posts recentes

. É curioso a frase.

. Para que serve um Ministr...

. Qual é imagem de marca de...

. Mário Viegas Manifesto An...

. O pior presidente de semp...

. Vale a pena ir votar?

. Um presidente um governo.

. O fulano Decidiu que não ...

. Porque se fazem eleições ...

. Porque incomoda a tanta g...

. Pergunta do dia

. Anda por ai uma direita d...

. Olha como está irritada

. Andam todos por ai assust...

. Afinal o ps não aprendeu ...

. Que democracia é esta

. Diz o povo na sua sabedor...

. Existe gente com uma pret...

. “Ajudemos o presidente a ...

. O governo não sabia da li...

. Tiques de ditador.

. Porque razão apresentou a...

. O homem ainda não morreu ...

. Ulrich: "Troika mandou-me...

. Tanto ruido.

. 'Swissleaks' e a xariá

. O EMIGRANTE

. Quando se entra em campan...

. O alarve

. É um conto de crianças.

. Quando os valores morais ...

. Os nossos amigos de turba...

. 10 minutos da vida dum tr...

. Uma ideia, um terrorismo....

. O Mário e gafes

. Mais uma aventura que vai...

. O ambiente cheira mal

. Quando a saúde não tem me...

. Ilhas selvagens portugues...

. Estou farto dos que dizem...

. Quantos pobres recebem “9...

. Grande golpe publicitário...

. Muito se tem falado e esc...

. Visita Guiada ao Museu Mi...

. Como lida a polícia no br...

. A TAP, e os palermas

. BEM-HAJA, Senhor Almirant...

. São noticias deste calibr...

. Não podia estar mais de a...

. Luvas milionárias no caso...

.tags

. “É para inglês ver”; insustentável; list

. “falta de carácter”

. “OBVIAMENTE

. "a voz do dono"

. "Não tenho andado por aqui"

. "o baqueiro do regime"

. "O insólito acontece "

. "reduzir salários"

. 10.8%;erro;grave;desemprego

. 14%; desemprego

. 150 bombeiros

. 150.000 entalhes.

. 25 abril

. 27º

. 4 Milhões

. «por que no te callas»

. a aldeia dos trafulhas.

. a arte de bem mentir.

. a culpa morre solteira

. a força

. a gamar é que esta o ganho

. A ministra? E os exames…

. a primeira baixa colateral

. a velha

. abertura

. acabou

. acepipe

. agentes políticos

. agressões

. aguenta

. ai

. ajuda

. al-zarqawi

. alcachofra

. alcatrão

. alemao

. alguem diferente

. alimentar

. almeida ao poder.

. amnistia

. amo-te

. ana politkovskaia

. anjos caídos

. aprender

. armadilha mortal

. arquivamento

. arredondamento; banco; roubo; arrogante

. Arriba Fóssil

. asneira; nuclear; falências; electricida

. asno

. asnos; governam

. assalto; banco

. assaltos

. assaltos violentos

. assistência

. avô cantigas

. azar; vai-te satanás

. balbúrdia

. baldas

. bancarrota; guerra-civíl

. bancos; depositos

. bancos; lucros

. bandeira

. bando de bestas

. banha da cobra

. bárbaros; império; reformas

. bes

. besta; muro

. bestas

. bestiais

. bicha popular

. bilderberg; foleiro

. bisonte;

. bloco central

. BMW; sumptuárias; encantar; défice

. bobo

. brasil

. briosa de luto

. bronco; sporting

. Buracos negros; pensões douradas; vidas

. burlesco; revolta; fora-da-lei

. burro

. burros e jumentos.

. c.g.d.

. cacto

. cada cavadela

. corrupção

. corruptos

. demagogia

. economia da ruína

. estupidez

. grécia

. incompetente

. militares

. oportunismo

. pedofilia

. ridículo

. roubo

. socialismo

. sons of anarchy

. todas as tags

.arquivos

. Outubro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.Contadores

Quinta-feira, 31 de Maio de 2012

A incompetência em números

O erro no valor dos impostos indiretos como o IVA, a maior fonte de receita do estado é mais do dobro do anunciado pelo governo. O único valor que aumentou foi o IRS, a forma mais expedita do governo para empobrecer mais a classe media. A única que sustenta as carraças.

"Ao contrário do que foi divulgado pela DGO, a quebra da receita proveniente de impostos indirectos foi mais acentuada". Já estamos habituados que o mistério das finanças não saiba fazer contas. Ainda é bem recente os enganos sucessivos no valor do deficit, com que eramos presenteados todos os anos no últimos 6 anos de governação socialista. Por isso a incompetência é um dado adquirido por aqueles lados e em consequência disso os erros e as maquilhagem nas contas públicas.  

Mudam-se os tempos mas não o discurso. Os erros vão aparecendo os resultados piorando mas nunca traz consequências.

Não é tempo propício para dar razão à consequência. E o verão aqui tão perto e logo com um europeu para anestesiar os incautos. Estes erros políticos vão ser pagos e pelos mesmos. Que as PPPs não se renegoceiam os contratos ruinosos não rasgam. Para quê? Ainda existem 12 meses para roubar. Além dos subsídios do privado ali à mão de semear.

publicado por carlocos às 23:17
link do post | Arrifem comentários | favorito
|

Acredito que tenha razão

O presidente da Sonae, Belmiro de Azevedo, considerou hoje que Portugal perdeu uma geração "excelente" de representantes do Estado e membros da Assembleia da República que tinham uma vida "conhecida e apenas o desejo" de prestigiar os cargos.

 

Que esta geração de políticos envergonha e não prestigia o estado. disso não tenho a mínima duvida.  

publicado por carlocos às 22:51
link do post | Arrifem comentários | favorito
|

Mais uma machadada no serviço nacional de saúde SNS

O Governo está a rever a cobertura do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e alguns tratamentos e serviços vão deixar de ser prestados. Em declarações à Renascença, o secretário de Estado adjunto da Saúde explica que a nova carteira de serviços do SNS vai incluir apenas os cuidados e tratamentos absolutamente necessários.

Um dos exemplos dado é a cirurgia estética. Isto resume-se ao seguinte, no caso duma Mastectomia, a mulher já não será sujeita à respectiva cirurgia estética com todos os problemas psicológicos dai inerentes. Ou noutros casos em que neste momento é utilizada cirurgia estética, para reconstrução. Provavelmente e a exemplo da falta de sensibilidade demonstrada na notícia;

“Essa questão não se pode pôr em termos de prolongar uma semana ou um mês. A questão que se tem de colocar de forma muito clara em cima da mesa – e esse é um exemplo bom, apesar de ser um exemplo extremo - é se, por exemplo, todos os medicamentos que são autorizados para tratar cancro devem ser todos eles utilizados no Serviço Nacional de Saúde. Porventura, não, como já não são em Inglaterra, na Alemanha, em França e por aí fora”, sustenta Leal da Costa. Esquece este senhor subsecretário, que nos países que lhe servem de referência não se pagam taxas moderadoras e os medicamentos são na maioria dos casos completamente grátis.

No fim esta situação parece-me sobrepor ao testamento final. E, sim a eutanásia. Deixemo-nos de ser hipócritas e acabem de vez com o SNS.

publicado por carlocos às 22:44
link do post | Arrifem comentários | favorito
|

Nem todas as formas de tortura são legítimas

É curioso, inicialmente estava previsto que a principal técnica de tortura aplicada aos prisioneiros de Guantánamo fossem ouvir temas do Abrunhosa. Mas cedo os serviços secretos americanos chegaram à conclusão que esse tipo de tortura não seria eficaz.

Seria severamente condenado pela amnistia internacional. E ainda corriam o risco dos prisioneiros morrerem de terror, não conseguindo tirar nenhuma informação útil. Por isso optaram por outras técnicas de tortura.

Das várias técnicas a que foram sujeitos incluíam também a música. Temas da Rua Sésamo, dos Metallica e dos Drowning Pool foram usados para obrigar os detidos a falar, revelou um documentário da Al-Jazeera.

publicado por carlocos às 21:33
link do post | Arrifem comentários | favorito
|

Negócios e ócios

O ministro Miguel Relvas confirma que teve negócios. Passo Coelho afirma que ministro não teve negócios.

 

Alguém esta mal informado ou esta a mentir… quem será?

publicado por carlocos às 19:11
link do post | Arrifem comentários | favorito
|

PPPs, o abismo logo ali

Ao longo destes tempos que ditam das eleições muitas verdades se vieram a saber. Mas a mais importante é que roubaram subsídios e parte dos ordenados para pagar estas negociatas das PPPs e não vejo ninguém a bater com os custados atras das grades.

Uma certeza porém temos nós os pagantes é que o pagar vai-se eternizar e estes negociadores continuam a roubar a esperança a milhares para satisfazer os caprichos e a ganancia de alguns poucos.

Em Portugal a frase “Não pergunte o que o seu país pode fazer por si e sim o que pode fazer pelo teu país” não se aplica pois a frase é “Não perguntes o que tens que pagar, pois nem eu sei o que roubei”.

Frequentemente ouvimos afirmar que as negociatas são um ilícito criminal. Mas os criminosos continuam a rir da situação e com a agravante de poderem avaliar as suas malfeitorias. Os números que aparecem a miúde na comunicação social sobre as negociatas são assustadores. São anos e anos de subsídios. São muita pobreza provocada. Resultam em muitos suicídios. Muitas famílias desfeitas. Muita esperanças destruídas. Muita comparticipação negada. Muitos empregos destruídos. Esse é o resultado desta política que resultou nesta situação económica. E eles? Que responsabilidade? É o voto de novo que os vais trazer ao poleiro, ora uns, ora outros eternizando-os. Torna-se urgente rasgar estes acordos negociados pelos socialistas.

Duma vez por todas criar condições para que quem lese o estado e os contribuintes nunca mais possa ter actividade na política e no sector público. Empresas onde esses tipos vegetam não podem ter mínimo contacto com o sector público nem apoios.

Só deste modo teremos um país mais justo e solidário, quando acabarem os paúlos, os Zés, os Morais as gentes com nomes de animais que envergonham as pessoas honestas e que as afastam das urnas. As pessoas não vão votar porque é ponto assente que são todos iguais.   

    

publicado por carlocos às 18:35
link do post | Arrifem comentários | favorito
|
Terça-feira, 29 de Maio de 2012

Que bem prega frei Tomás

Diz esta senhora do alto do seu cargo que os gregos devem pagar impostos. E que não tem a mínima simpatia pelos habitantes de Atenas. Pelos vistos a simpatia dela vai para tipos, dos envolvidos em corrupção.

 

Devem compreender os gregos que o salário dela pode estar em risco se os gregos deixarem de contribuir para o FMI com os seus impostos.  

 

Esta senhora envolvida num escândalo de corrupção. Esta senhora igual a tantos políticos portugueses e gregos que arruinaram ambos os países é o orgulho da canalha corrupta que a colocou no pedestal da ganancia. Ela como tantos que por cá rastejam na lama da corrupção prefere perdoar impostos a elite da corrupção financeira, defendendo o roubo dos salários e subjugar em impostos.

 

Tudo esta bem se o bando que ela representa estiver a cima da lei e, se como ela não pagar impostos ou lucrar com as contribuições de que se vê a poupar para pagar impostos.

 

Esta criatura é a mesma que aufere um salário brutal pago por nós e pelos gregos e que não paga impostos.

 

Esta senhora é a mesma que roubou os contribuintes franceses em 395 milhões em benefício do bandido Bernado Tapie em 2008.

 

É este o tipo de canalhas que fazem carreira neste mundo global e destruíram Portugal e a Grécia é este tipo de criaturas que uma certa estirpe defende. É o exemplo para alguns, de quem tem coragem para dizer as verdades. As verdades deles e dela. Estamos entendidos quando este tipo de criaturas serve de exemplo.

publicado por carlocos às 11:18
link do post | Arrifem comentários | favorito
|
Sábado, 26 de Maio de 2012

Estamos habituados a mentira

Quer-me parecer que a mentira esta institucionalizada e quem não mente não é fixe. Ou qualquer coisa assim semelhante com “quem não mente, não é filho de gente”.

Ainda recentemente livramo-nos dum mentiroso compulsivo, mas profissional na arte de mentir e adquirimos não por cruz em boletim de voto – que ai também fomos bem compensados -, mas por nomeação um mentiroso amador, sem a mínima habilidade na arte.

Cada eleição que se segue o nível a qualidade técnica, humana e intelectual diminui.

publicado por carlocos às 02:24
link do post | Arrifem comentários | favorito
|
Terça-feira, 22 de Maio de 2012

Trabalhadores sortudos

O governo convoca parceiros sociais para discussão do novo código do trabalho que introduz prémios remuneratórios.

 

«É uma evolução significativa na relação entre agentes do mundo do trabalho. Este processo está alicerçado num profundo estudo. Onde foram ouvidos e tidos em conta a opinião de todos os parceiros sociais. Foi inestimável o contributo de vários agentes incluindo o universo académico. Especiais agradecimentos às associações patronais que deram um contributo inestimável para a elaboração deste novo projecto. Sem o seu abnegado contributo nunca seria possível evoluir significativamente rumo ao futuro.    

Foi conclusivo o agregar de várias sinergias para a elaboração deste excelente código que vêm contribuir de uma vez por todas para o fim deste flagelo nacional que é o desemprego.»

 

Foi com estas palavras que o Ministro do trabalho e das oportunidades do desemprego apresentou este vídeo demonstrativo de como será o futuro das renumerações, perante o parlamento.

publicado por carlocos às 12:06
link do post | Arrifem comentários | favorito
|

Ameaças a políticos

É curioso, teve conhecimento por portas travessas dum dos e-mails enviado ao chantagista da jornalista.

 

 

publicado por carlocos às 10:56
link do post | Arrifem comentários | favorito
|
Domingo, 20 de Maio de 2012

É preciso muito cuidado

Ainda estão bem presente os acontecimentos que levaram à demissão de Manuela Mora Guedes, do jornal de sexta-feira da TVI. O tempo ainda não fez esquecer o que se passou entre o semanário Sol e o governo de então. Isto para não falar noutras intimidações e pressões inclusive os processos em tribunal a jornalistas pelo delito de opinião. Que sempre resultaram na absolvição dos jornalistas mas que custaram dinheiro, empenho e muita da segurança que a profissão exige.  

É um sinal muito grave quando um governante intimida um jornalista de modo a privar os cidadãos dum dos mais básicos direitos que a democracia confere. O direito a informação. Esse governante não tem a partir desse momento condições para desempenhar qualquer cargo público ou politico numa sociedade democrática. Pela simples razão que esse é um direito inalienável numa sociedade livre e democrática. E existem processos legais para que a verdade seja reposta no caso de ofendido. Por mais que custe a quem defenda a privação de princípios quando impostos pela sua cor politica. Isto não é um simples jogo de futebol onde nos é permitido ser obtusos e estúpidos. Isto é a negação do sistema democrático. Não pode ser tratado por ânimo leve. E de uma vez por todas temos que aprender a escolher e decidirmos que não estamos dispostos a ser cúmplices destas atitudes.

«Relvas terá dito que, se o jornal publicasse a notícia, enviaria uma queixa à ERC, promoveria um black out de todos os ministros em relação ao "Público" e divulgaria, na Internet, dados da vida privada da jornalista».

A ser verdade esta comunicação, do conselho de redação do jornal Publico, configura-se uma atitude de ingerência e intimidação a uma jornalista onde se recorre até a uma forma que se pode definir por chantagem. * Extorsão de dinheiro ou favores com ameaça de escândalo ou outras consequências. nefastas, no caso de negativa. Quando ameaça colocar na net, dados privados da vida dessa jornalista. Neste caso ainda outra pergunta de impõe. Aparecendo as dúvidas sobre a novela das secretas onde foi o ministro buscar esses dados sobre a vida privada da jornalista?

Não tenho a mínima dúvida que neste caso é imperioso demitir o ministro. Em caso contrário corremos o risco do avolumar da censura e na sua ritualização.

publicado por carlocos às 17:21
link do post | Arrifem comentários | favorito
|

Medida à medida do patronato

É curioso, mas quer-me parecer que os únicos que lucram com esta medida são os patrões que passam a ter mais uma arma na sua posse para reduzir o valor da mão-de-obra no valor máximo do salário mínimo nacional. Esta medida que consiste em reduzir artificialmente os salários foi criada para facilitar a vida dos patrões, nunca em nome dos desempregados e por outro lado dar mais uma machadada na segurança social.

1 - Em que consiste o apoio?
Em causa está a "Medida Incentivo à Aceitação de Ofertas de Emprego", um apoio financeiro para os desempregados que recebem subsídio de desemprego e que voluntariamente aceitem ofertas de emprego, a tempo completo, com um salário (bruto) inferior ao valor do subsídio que recebem. Hoje já é possível acumular subsídio com ‘part-time' ou trabalho independente que gerem baixos rendimentos.

Esta não é nenhuma medida financeira de apoio aos desempregados! É descaradamente um apoio financeiro ao patronato para empregar trabalhadores a custo mínimo com o apoio do estado. É uma forma encapotada para reduzir o custo da mão-de-obra. É princípio de um trabalhador uma malga de arroz.

Esta medida a vigorar desde o início de 2012 em nome da criação de emprego. Como tantas outras que não resultaram. Desde da célebre frase em 2003 proferida no parlamento pelo que mais tarde veria a arruinar o país "um desemprego de 6,4 por cento é a marca de uma governação falhada" os actos da governação têm sido uma governação falhada. E no emprego têm exclusivamente resultado no sucessivo aumento do desemprego e dos sucessivos recordes galopantes. Esta é mais uma medida de quem não sabe para onde ir e que em breve vai colmatar com outra ainda pior para minorar o erro cometido.

publicado por carlocos às 17:20
link do post | Arrifem comentários | favorito
|
Quarta-feira, 16 de Maio de 2012

Mudam-se os governos e a conversa é sempre a mesma

Aumentar o salário mínimo não coloca em risco postos de trabalho. O manter perto do limiar da pobreza é que contribui para esse risco.

A recessão não foi provocada pelo aumento dos salários. Nem todas as leis parvas aprovadas por esse bando de incompetentes, e ministros do trabalho e economia, dos últimos anos melhoraram as condições de trabalho. Ou criaram condições para a criação de emprego. Muito pelo contrário a subida em flecha do desemprego acompanha cada parvoíce transporta em código do trabalho. E que aprendem eles? Nada! De parvoíce em parvoíce caminham e o desemprego aumenta.

A criação de emprego tem sido a desculpa para a alteração das leis laborais. É ver o patronato feliz e contente assinar em conjunto com a UGT e o governo as formas facilitadoras do desemprego. Métodos de trabalho sem renumeração. Eles nem com o trabalho à jorna por um prato de lentilhas estariam satisfeitos. Os despedimentos a aumentar e os investidores a fugir.

Poucos países da EU granjeiam com Portugal no baixo valor dos salários. Por cá os patrões fingem que pagam e depois não querem que os trabalhadores fingem que trabalham. Isto resume-se a uma questão de escravo/senhor.    

Nem os exemplos de sucesso que por cá aparecem serve para aprenderem alguma coisa. Têm exemplos de excelência dos trabalhadores portugueses por cá. Têm exemplos de como devem tratar trabalhadores. Mas para que servem? Para passar nas televisões e essa cáfila não aprender.

É fácil atacar as pessoas, não é fácil mudar o povo. Mas é fácil transformar crises provocadas pelo roubo. O desbulho duma classe a uma nação inteira, em crises artificiais com asneiras ditas da boca para fora. Como se de uma verdade insofismável se tratasse. Temos a sorte de ter um 1º prodigo em gafes e disparates. Ainda anda na boca do povo a última e ele logo a renova. A última baboseira é respondida e bem neste artigo de opinião. Que fizer desta com o título correcto MISERÁVEL, que responde a uma das muitas razões de não haver investidores em Portugal.

publicado por carlocos às 22:22
link do post | Arrifem comentários | favorito
|
Segunda-feira, 14 de Maio de 2012

Isto das secretas tem que se lhe diga

É curioso, mas saberá quem segreda segredos de quem os devia de por na ordem?

Este estado sujo é transversal a todo o poder político. Hoje mais que ontem sabemos que os interesses se cruzam, que ninguém é serio nem confiável.

tags:
publicado por carlocos às 23:00
link do post | Arrifem comentários | favorito
|
Domingo, 13 de Maio de 2012

Passos Coelho e a oportunidade de estar desempregado

Segundo Passos Coelho estar desempregado é diferente de estar empregado.

publicado por carlocos às 17:38
link do post | Arrifem comentários | favorito
|

Inocações

Este governo na sua ânsia de inovar criou um novo conceito, poupar para pagar impostos.

publicado por carlocos às 17:06
link do post | Arrifem comentários | favorito
|

Pintelhos e quejandos

Segundo um estudo da OCDE em 40 países, Portugal é um dos países mais infelizes desses países só perdendo para a China e a Hungria.

 

Portugal é um dos países mais infeliz do mundo devido à "cultura de lamentação" dos portugueses, uma atitude que é possível mudar já que 40 por cento da felicidade depende do comportamento das pessoas, defende o psicólogo Américo Baptista.

 

E haverá alguma razão histórica para este comportamento?

No caso dos húngaros, o passado recente deles é um manancial para que se sintam infelizes. Assim como os chineses que também tiveram o seu monstro assassino. Todos eles têm razões históricas.

 

No passado recente da Hungria, Holodomor é um grito humano contra a barbárie provocada por um Monstro um dos piores assassinos da espécie humana. É um grito de aviso contra o poder político e a cegueira ideológica.

Os chineses foram bem servidos na espécie de monstro pelo grande timoneiro. Mao Zedong durante o período do Grande Salto em frente e da Revolução Cultural esse monstro conseguiu matar 50 a 70 milhões de pessoas. A história humana está receada de patifes onde Hitler tem o seu pedestal. Mas todos estes patifes aparecem em resultados de outros que impulsionam o aparecimento e estrumaram o terreno com as suas estupidas acções. Na realidade os monstros são procedidos de patifes de menor capacidade. E na europa o terreno está a ser estrumado para o aparecimento destas bestas humanas. Estes especialistas e seus seguidores de pintelhos estão a criar as sinergias para que apareça à semelhança do princípio do seculo XX, figuras de salvação. Que encaminhem nações para atitudes sem retorno. Hoje dizem-se impossíveis… mas a história está cheia de impossibilidades que resultaram em tragédias. Foi o estrume destas impossibilidades que geraram os maiores criminosos da história. E se houvesse um pensamento critico e honesto provavelmente não apareciam. Leva-nos a interrogamo-nos como é possível aparecerem frequentemente indivíduos como o “monstro de Oslo”. Quanto a mim é mais uma produção na problemática do caminho que percorremos como sociedade que nós leva a aparecerem. Assim como o assassino de Toulouse.

No fim de contas os nossos patifes caseiros são de outra marca. Gostam mais de roubar, corromper.

Até que são aceites. Eles atacam classes e atraem a aceitação de outras. Eles têm ideias vagas e nada produzem, eles governam-se e governam os patrões. Mas têm a aceitação de quem se vê realizado no ataque aos outros. Eles são os super-heróis dos imbecis.         

 

Nós por cá não fomos enxovalhados por monstros de igual performance. Sempre fomos mais comedidos os patifes caseiros preferem roubar, corromper e por o povo na miséria. Mas como tudo na vida é uma questão de oportunidade. Deixem esses patifes governarem-se a seu prazer e depois tornarem-se números duma história de horror. Deixem os especialistas em pintelhos e outros quejandos desenvolver os seus talentos que o futuro não traz nada de bom.

publicado por carlocos às 17:04
link do post | Arrifem comentários | favorito
|

O transvertido Sócrates

Desde sempre que tive a ideia que o Passos Coelho nada mais era que um Sócrates envernizado.

 

Enquanto o outro é um casca-grossa - forma tão peculiar de definir aquele tipo gente por parte dos brasileiros - Este é um engomadinho na sua forma mais controlada de expressar. Mas como sempre acontece aqui e ali aparece aquela oportunidade para cair na real e os disparates brotam como se duma nascente de águas sujas se tratasse. Vem isto a propósito das últimas declarações da criatura sobre o desemprego. Que se acalmem os que se perfilaram para o defender e tentaram encontrar alguma mensagem com sentido nos disparates de ocasião. Aquilo que foi dito. é aquilo sem sentido e sem outra mensagem. Foi um reflexo defensivo para fugir ao confronto sobre a consequência de políticas erradas e os resultados demonstrados na consequência do aumento do desemprego. Ideias para resolver não existem. Nem acredito que seja assunto capaz de tirar o sono. Isso são palavras, que leva-as o vento. Que não traz o menor contributo para resolver a situação. Acções precisas para combater a situação, essas ninguém as vê por mais que se esforce.

publicado por carlocos às 12:10
link do post | Arrifem comentários | favorito
|
Quarta-feira, 9 de Maio de 2012

Se a moda pega

Se a moda pega Teremos muitas Iulia Timochenko.

 

La denuncia presentada por el Colectivo de Funcionarios Públicos Manos Limpias contra el ex presidente del Gobierno, José Luis Rodríguez Zapatero; la ex vicepresidenta segunda y ministra de Economía, Elena Salgado, y el jefe de la Intervención General del Estado, José Alberto Pérez, por falsificar las cuentas del déficit ante Bruselas y por un delito de daños a la economía nacional ha sido respaldada por la oficina de estadística de la Comisión Europea (Eurostat), según manifestaron ayer a LA GACETA fuentes próximas a la institución europea. En otras palabras, “Eurostat apoya el escrito de Manos Limpias contra un fraude masivo realizado por los máximos responsables del anterior Gobierno socialista”, señalan.

 

Por cá existe ainda a possibilidade da acusação de enriquecimento ilícito. Não desculpem o ps não concordou com a lei do enriquecimento ilícito e o Cavaco mandou para o tribunal constitucional. Então não é possível acrescentar a este caso o enriquecimento ilícito.

publicado por carlocos às 00:32
link do post | Arrifem comentários | favorito
|

A Carta de Alexis Tsipras

Retirado do Aventar,

A Carta de Alexis Tsipras

Excelentíssimos senhores e senhoras,

 

Envio-vos esta carta para alertar-vos para uma questão de ordem democrática de urgente importância para a Grécia. Tem a ver com o compromisso assumido nos últimos dois dias pelo governo Papademos, chefiado pelo sr. Lucas Papademos. Permitam-me que vos recorde que se trata de um governo não-eleito, que não tem apoio popular e atuou consistente e conscientemente contra a vontade do povo grego. Este governo não tem legitimidade democrática para comprometer este país e o seu povo nos próximos anos e as próximas gerações. Este défice de legitimidade está em conflito com a rica tradição democrática dos vossos próprios países. A manter-se desta forma, tornar-se-á um mau precedente para a Grécia e para o conjunto da Europa, que, acima de tudo, têm uma herança comum de tradições políticas e democráticas que precisam ser respeitadas. Por maior que possa ser a gravidade das circunstâncias atuais – em relação às quais há espaço para divergência de opiniões – elas não podem de forma alguma cancelar a democracia.

 

 

 

publicado por carlocos às 00:12
link do post | Arrifem comentários | favorito
|

referer referrer referers referrers http_referer

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.links

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds