É curioso o desplante e desfaçatez com que a classe politica trata os assuntos de estado. Demonstrando um total desrespeito pelos eleitores que os elegeram para servirem o país

.UTILIDADES


ARTE
Aguarelas de Turner
Elfwood
Fantasy art
Boris Vallejo
Gorodin
Imagenetion
Luis Royo
Soanala
Tendreams
Zindy

ROTEIROS e MAPAS
Atlas local
Autour du Monde
Rotas e Viagens
Maporama.com
Mapas.clix
Mapa Michelin
Planta lisboa

AMBIENTE
Fauna Ibérica
Quercus
Geota
Portal Ambiente Online

COISAS INTERESSANTES
"> Dicas
Portal Europeu da Mobilidade
Expresso Emprego
Lado Negro da WEB
O Império Romano
Revelar Lisboa
Portal da história
Covers
Clube internet
Terramoto 1755
Lyrics
Museu das mentiras
Todays front pages
Realidade oculta
Vatican the Holy See

METEOROLOGIA
Geocid
Instituto de Meteorologia
Previsão do Estado do Tempo
Weather.co.uk

RECEITAS de CULINÁRIA
Culinarias.NET
Gastronomia de Portugal
Gastronomia Tradicional Portuguesa
Petiscos
Receitas de Culinária Online
Receitas e menus
Receitas macrobiótica
Receitas, Refeições e Comida É aqui!
Serviço Português de Gastronomia e Hotelaria

INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA
Atlas Geográfico
Centro de Estudos Geográficos
Earth google
Guia Geográfico
Instituto Geo do Exército
Instituto Geo Português

INVESTIGAÇÃO ESPACIAL
Agencia espacial europeia
SPACE.com
Portal do astrónomo

TEMPLATES
^.^ COYSITAS II ^.^
Mudar o template
Templates by Maximus
Portal By Marina

WALLPAPER
Dave's Scenic Nature
Deviantart
Desktopia
Digital Blasphemy
PCparadise
SPACE
Webshots

CASAS ENGRAÇADAS
Cavalheiros do Apocalipse Diz Que Disse
Esta barra é azul!
Estranho mas verdade
O coiso
Frente de Libertação Caramela
História em Disparates
Macacos sem galho
O Bobo
O MANGALHO ANTÍ-STRESS
vitominas

MOTORES DE BUSCA
Clix
Descobre
Google
Guia gratis
Iol
O leme
O Mocho
Sapo
Tendencia.cc

ENCICLOPÉDIAS E DICIONÁRIOS
Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
corrector On-line
Dicionários
Tradutor
Wikipedia

JORNAIS DE PORTUGAL
Agencia financeira
Correio da Manhã
Diário digital
Diário económico
Diario de notícias
Expresso
Lusa
Jornal digital
Jornal de negócios
Jornal de notícias
Jornalismo & Comunicação
Mundo.pt
Sol
Publico
O 1º de Janeiro
Semanário

REVISTAS
Nova Vaga
Visão
Finisterra
National Geographic
Atlântico
Sabado

TV
TVI

Rádio

Telefonia do Alentejo
RR

JORNAIS REGIONAIS
ALGARVE

Jornal do Algarve
Jornal do sotavento
Região sul

ALTO ALENTEJO
Diário do Alentejo

BAIXO ALENTEJO
Moura digital

BEIRA ALTA
Diário regional Viseu
Nova Guarda

BEIRA BAIXA
Jornal do fundão
Reconquista
Gazeta do interior

BEIRA LITORAL
As Beiras
Diário de Coimbra
Diário de Aveiro
Diário de Leiria

DOURO LITORAL
Imediato

ESTREMADURA
Jornal da praceta
Região de Setubal
Voz do campo
O Setubalense

MINHO
Diário do Minho
Antena Minho-106.0 FM

RIBATEJO
O Mirante
O Ribatejo
Vida Ribatejana

TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO
Mensageiro de Bragança
Voz do nordeste

AÇORES
Azores.gov
Azores digital
Açoriano Oriental
A união

MADEIRA
Madeira.gov
DN da Madeira
Jornal da Madeira

COMUNIDADES PORTUGUESAS
Lusoamericano
Gazeta Lusófona
Jornal Portugal Ilustrado
Mundo-Luso
Portuguese times
Sol Português

ESTRANJA
ANGOLA
Angola Press

ARGENTINA
Clarin Digital
Pagina12

BRASIL
Correio da Bahia
Diario do Nordeste
Globo
News yahoo
Midia sem mascara
Gazeta online

CHILE
El Mercurio
El diario

ESPANHA
El País
El Mundo
abc
Andalucia
El Periodico
Minuto Digital

FRANÇA
Le Monde
Le Figaro

INGLESES
Guardian
The Herald
Financial Times

ITALIANOS
Corriere della Sera
La Repubblica

PORTO RICO
El Nuevo Día

USA
The New York Times
The Washington Post

Islão
Webislam

.posts recentes

. É curioso a frase.

. Para que serve um Ministr...

. Qual é imagem de marca de...

. Mário Viegas Manifesto An...

. O pior presidente de semp...

. Vale a pena ir votar?

. Um presidente um governo.

. O fulano Decidiu que não ...

. Porque se fazem eleições ...

. Porque incomoda a tanta g...

. Pergunta do dia

. Anda por ai uma direita d...

. Olha como está irritada

. Andam todos por ai assust...

. Afinal o ps não aprendeu ...

. Que democracia é esta

. Diz o povo na sua sabedor...

. Existe gente com uma pret...

. “Ajudemos o presidente a ...

. O governo não sabia da li...

. Tiques de ditador.

. Porque razão apresentou a...

. O homem ainda não morreu ...

. Ulrich: "Troika mandou-me...

. Tanto ruido.

. 'Swissleaks' e a xariá

. O EMIGRANTE

. Quando se entra em campan...

. O alarve

. É um conto de crianças.

. Quando os valores morais ...

. Os nossos amigos de turba...

. 10 minutos da vida dum tr...

. Uma ideia, um terrorismo....

. O Mário e gafes

. Mais uma aventura que vai...

. O ambiente cheira mal

. Quando a saúde não tem me...

. Ilhas selvagens portugues...

. Estou farto dos que dizem...

. Quantos pobres recebem “9...

. Grande golpe publicitário...

. Muito se tem falado e esc...

. Visita Guiada ao Museu Mi...

. Como lida a polícia no br...

. A TAP, e os palermas

. BEM-HAJA, Senhor Almirant...

. São noticias deste calibr...

. Não podia estar mais de a...

. Luvas milionárias no caso...

.tags

. “É para inglês ver”; insustentável; list

. “falta de carácter”

. “OBVIAMENTE

. "a voz do dono"

. "Não tenho andado por aqui"

. "o baqueiro do regime"

. "O insólito acontece "

. "reduzir salários"

. 10.8%;erro;grave;desemprego

. 14%; desemprego

. 150 bombeiros

. 150.000 entalhes.

. 25 abril

. 27º

. 4 Milhões

. «por que no te callas»

. a aldeia dos trafulhas.

. a arte de bem mentir.

. a culpa morre solteira

. a força

. a gamar é que esta o ganho

. A ministra? E os exames…

. a primeira baixa colateral

. a velha

. abertura

. acabou

. acepipe

. agentes políticos

. agressões

. aguenta

. ai

. ajuda

. al-zarqawi

. alcachofra

. alcatrão

. alemao

. alguem diferente

. alimentar

. almeida ao poder.

. amnistia

. amo-te

. ana politkovskaia

. anjos caídos

. aprender

. armadilha mortal

. arquivamento

. arredondamento; banco; roubo; arrogante

. Arriba Fóssil

. asneira; nuclear; falências; electricida

. asno

. asnos; governam

. assalto; banco

. assaltos

. assaltos violentos

. assistência

. avô cantigas

. azar; vai-te satanás

. balbúrdia

. baldas

. bancarrota; guerra-civíl

. bancos; depositos

. bancos; lucros

. bandeira

. bando de bestas

. banha da cobra

. bárbaros; império; reformas

. bes

. besta; muro

. bestas

. bestiais

. bicha popular

. bilderberg; foleiro

. bisonte;

. bloco central

. BMW; sumptuárias; encantar; défice

. bobo

. brasil

. briosa de luto

. bronco; sporting

. Buracos negros; pensões douradas; vidas

. burlesco; revolta; fora-da-lei

. burro

. burros e jumentos.

. c.g.d.

. cacto

. cada cavadela

. corrupção

. corruptos

. demagogia

. economia da ruína

. estupidez

. grécia

. incompetente

. militares

. oportunismo

. pedofilia

. ridículo

. roubo

. socialismo

. sons of anarchy

. todas as tags

.arquivos

. Outubro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.Contadores

Domingo, 11 de Abril de 2010

Escotilha fechada

No Jornal económico o título diz e todo o resto não interessa; “Portas não será interrogado pela Justiça no caso dos submarinos“ é estranho o a mensagem no título. Afinal se lermos a notícia no seu todo ficamos a saber que o “O Ministério Público afasta para já a hipótese de ouvir ex-governantes no caso dos submarinos.”

 

Não é dito que Portas não vai ser ouvido. Diz que por agora não vai ser ouvido, assim como todos os outros governantes que tiveram a ver alguma coisa na compra dos submarinos.

 

A directora do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), diz que por agora não esta previsto ser ouvido nenhum governante.

 

"Não" quer isto dizer que no futuro não se oiça o governante X ou Y. - Tantos que haverá para ouvir. Isto já vem de 2001 - Se é que o futuro sobreviverá a tanto tempo.

publicado por carlocos às 17:57
link do post | Arrifem comentários | favorito
|

O mal amado

"Como dizia o filósofo: É a vida..." é com esta frase quem José Lello remata o assunto sobre o “candidato” a presidência da republica Manuel Alegre.

Já Vitalino Canas é mais peremptório afirmando que “O PS não aceita alterar os seus timings em função de timings exteriores."

 

O que leva a supor que Manuel Alegre é de fora do partido e nem sequer é uma opção do PS para as presidenciais. Caindo a escolha do numa qualquer personagem, deste enredo “ainda não” iluminado pelos holofotes. Ou na continuidade do acto anterior, no mesmo candidato que melhor tem servido os interesses do regime actual.   

 

Se por um lado figuras do PS, vêm a terreiro timidamente manifestar o apoio, por outro o líder supremo ainda não definiu quem é do seu agrado. Uma dúvida não se põe; Manuel Alegre não faz parte do elenco, nem é escolha do encenador desta peça teatral. E a ultima palavra e definitiva lhe calha. Não fosse o partido de um homem, e a sua imagem as decisões. O que leva a deduzir que os apoios nada mais são que aquela palmadinha nas costa que ás vezes se dá naquele que se ajuda na hora do fracasso, mas que não temos coragem nem força para o dissuadir.

 

Quanto mais Manuel Alegre se movimenta de modo a dar visibilidade á sua candidatura, mais a mensagem de candidato mal amado se avoluma.

publicado por carlocos às 17:21
link do post | Arrifem comentários | favorito
|
Quinta-feira, 8 de Abril de 2010

Este aumento significa melhoria nos salários dos funcionários da câmara?

A câmara de Lisboa preparasse para aumentar as taxas. É referido um aumento de 15%. Uma fotocopia a preto e branco A4, custava 0,17 euros em 2009, passa a custar 2,95 €.

 

É esta a forma actual de governar da idealidade. Se não gastasse dinheiro na propaganda que põe em cada prédio ou obra de recuperação ou renovação que a autarquia aprova. Quando não faz mais do que o seu dever ainda o propaganda. É como se cada médico que assiste um doente lhe pusesse um cartaz. Ou se a moda pega. Sempre que um automobilista for remendar um furo, saísse com uma tábua pregada no pneu «O Zé dos furos remendou».  

 

Também que dizer os culpados são quem o elegeu. Que sofram com isso.

publicado por carlocos às 23:48
link do post | Arrifem comentários | favorito
|

Será o fim de mais um absurdo?

Agricultura prepara regresso dos funcionários em mobilidade

 

A mobilidade especial criada em 2006, na sequência do Programa de Reestruturação da Administração Central do Estado (PRACE), chegou ao fim.

 

Foi uma medida como muitas do anterior governo sem pés nem cabeça que em estado de moribunda encontra por fim o “testamento vital”. Medida emblemática e muito apregoada pelo ex-ministro da agricultura Jaime Silva que já conhece como epíteto «O pior ministro de agricultura de sempre».

Ao fim de 3 anos de tortura a funcionários o PRACE chega ao fim com o regresso dos funcionários ás anteriores funções de onde nunca deveriam ter saído.

publicado por carlocos às 23:20
link do post | Arrifem comentários | favorito
|

Quando os contribuintes e consumidores contribuem para o êxito

Quando o estado congela os salários dos funcionários públicos e vai dar de premio a um seu gestor um premio faraónico, não lhe fica nada bem nem é muito bem compreendido pelos ditos congelados da função pública.

 

Claro que podem dizer e dizem que a EDP é uma empresa cotada na bolsa e teve lucros e por ai adiante. Isso até que servia e serve de justificação para quem quer que se sirva. E nem me incomodava minimamente os prémios se a empresa fosse privada sem capitais públicos e se essa empresa tivesse concorrência e se a energia fosse mais barata.

 

Sim, gosto de ver a capacidade dum gestor que lide com a concorrência. E se a energia em Portugal fosse mais barata… será que menos empresas faliam e o desemprego teria números mais simpáticos?

 

Outra pergunta se põe. E se a EDP fosse uma empresa de qualquer outro país da Europa dos 27 os lucros eram tão elevados? Tenho as minhas dúvidas. Dando uma vista de olhos por determinados sites as duvida ainda mais se avolumem.

 

E como o premio é referente também a 2008, nada como ler, EDP: 962,4 milhões de euros de lucros no 1º semestre de 2008 Preços em Portugal superiores em 22% à média da UE 15.

 

E isto não fica por ai tudo se repete em 2009, Apesar dos lucros previsíveis de cerca 1.100 milhões de Euros em 2009 -, a EDP vai aumentar os preços da electricidade em mais 2,9% - muito acima da inflação espectável –, o que lhe deve proporcionar em 2010 mais 251,5 milhões de Euros do que em 2009, pelo fornecimento da mesma quantidade de kWh.

 

Segundo, António José Seguro observou ainda que a EDP é a empresa mais endividada do mercado de capitais português com 14,007 mil milhões de euros (mais 117 milhões do que em 2008)”.

 

Perante estes dados interrogo-me, se ser gestor de êxito em Portugal é só consequência da sua capacidade ou se o caminho é a partida livre de escolhos? Quando os contribuintes e consumidores contribuem para o êxito, não deveriam eles ser também premiados?

publicado por carlocos às 22:40
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (1) | favorito
|

Submarino ao fundo.

A compra de dois submarinos pelo XV governo constitucional frequentemente aparece envolto em mistério. Quando em 21 de Abril de 2004 o estado português por intermédio do então ministro da defesa Paulo Porta assinou o contrato da aquisição com o grupo German Submarine Consortium (GSC).  Dando continuidade ao processo da Aquisição de 3 submarinos franceses em Junho de 2001, pelo ministro da Defesa Castro Caldas. Começou logo a polémica.

 

Pela parte que me toca, garanto que fiquei desiludido com o então ministro. Paulo Porta. Mas isso é uma questão pessoal e em nada acrescenta ao caso.

Não só pela oposição á compra, da parte de alguns sectores públicos e políticos. Em parte pelas verbas envolvidas, justificado pelo constante aperto financeiro que as contas do estado estão envolvidas. Como pela aparente pouca transparência da aquisição. Talvez justificado pelo secretismo que a aquisição destas armas obriga.

 

Se desde logo o assunto esteve envolto na bruma, a miude vem a publico por forças políticas. Agora o caso mudou de figura, vindo de uma revista alemã Der Spiegel. Segundo a mesma revista o cônsul honorário de Portugal é suspeito de ter recebido suborno de 1,6 milhões de euros da Man Ferrostaal. E ainda referido que a investigação é específica a casos de suborno, em específicas operações. E numa delas estão os submarinos adquiridos pelo estado português.

 

Não perdendo tempo – e bem – o governo português suspendeu o Cônsul até que seja apurada a verdade dos factos a ele apontados. – Lamento que não exista igual proporcionalidade de meios e modos a quando a outras actividades também suspeitas. E essas sustentadas com a existência de escutas, em que são confirmadas actividades criminosas. – Neste caso o que sobressai é que desde que começou a falar neste assunto até a véspera de receber o 1º submarino esteve tudo em banho-Maria. com a investigação a avançar a passo de caracol. E entretanto na Alemanha o caso avança obrigando em Portugal o amarfanhar dos lençóis.

 

Este é mais caso a juntar a tantos outros, onde é imperioso apurar responsabilidades e tirar do circuito de vez quem por ele trafica.

Não serve este caso para justificar ou esquecer outros, como por ai existe quem o queira fazer. “O e então os outros” não justifica nem habilita a continuidade da corrupção. “O e então os outros” não serve para que o amor de uns quaisquer cretinos adeusem os outros corruptos do seu coração.

publicado por carlocos às 16:13
link do post | Arrifem comentários | favorito
|

referer referrer referers referrers http_referer

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.links

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds