É curioso o desplante e desfaçatez com que a classe politica trata os assuntos de estado. Demonstrando um total desrespeito pelos eleitores que os elegeram para servirem o país

.UTILIDADES


ARTE
Aguarelas de Turner
Elfwood
Fantasy art
Boris Vallejo
Gorodin
Imagenetion
Luis Royo
Soanala
Tendreams
Zindy

ROTEIROS e MAPAS
Atlas local
Autour du Monde
Rotas e Viagens
Maporama.com
Mapas.clix
Mapa Michelin
Planta lisboa

AMBIENTE
Fauna Ibérica
Quercus
Geota
Portal Ambiente Online

COISAS INTERESSANTES
"> Dicas
Portal Europeu da Mobilidade
Expresso Emprego
Lado Negro da WEB
O Império Romano
Revelar Lisboa
Portal da história
Covers
Clube internet
Terramoto 1755
Lyrics
Museu das mentiras
Todays front pages
Realidade oculta
Vatican the Holy See

METEOROLOGIA
Geocid
Instituto de Meteorologia
Previsão do Estado do Tempo
Weather.co.uk

RECEITAS de CULINÁRIA
Culinarias.NET
Gastronomia de Portugal
Gastronomia Tradicional Portuguesa
Petiscos
Receitas de Culinária Online
Receitas e menus
Receitas macrobiótica
Receitas, Refeições e Comida É aqui!
Serviço Português de Gastronomia e Hotelaria

INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA
Atlas Geográfico
Centro de Estudos Geográficos
Earth google
Guia Geográfico
Instituto Geo do Exército
Instituto Geo Português

INVESTIGAÇÃO ESPACIAL
Agencia espacial europeia
SPACE.com
Portal do astrónomo

TEMPLATES
^.^ COYSITAS II ^.^
Mudar o template
Templates by Maximus
Portal By Marina

WALLPAPER
Dave's Scenic Nature
Deviantart
Desktopia
Digital Blasphemy
PCparadise
SPACE
Webshots

CASAS ENGRAÇADAS
Cavalheiros do Apocalipse Diz Que Disse
Esta barra é azul!
Estranho mas verdade
O coiso
Frente de Libertação Caramela
História em Disparates
Macacos sem galho
O Bobo
O MANGALHO ANTÍ-STRESS
vitominas

MOTORES DE BUSCA
Clix
Descobre
Google
Guia gratis
Iol
O leme
O Mocho
Sapo
Tendencia.cc

ENCICLOPÉDIAS E DICIONÁRIOS
Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
corrector On-line
Dicionários
Tradutor
Wikipedia

JORNAIS DE PORTUGAL
Agencia financeira
Correio da Manhã
Diário digital
Diário económico
Diario de notícias
Expresso
Lusa
Jornal digital
Jornal de negócios
Jornal de notícias
Jornalismo & Comunicação
Mundo.pt
Sol
Publico
O 1º de Janeiro
Semanário

REVISTAS
Nova Vaga
Visão
Finisterra
National Geographic
Atlântico
Sabado

TV
TVI

Rádio

Telefonia do Alentejo
RR

JORNAIS REGIONAIS
ALGARVE

Jornal do Algarve
Jornal do sotavento
Região sul

ALTO ALENTEJO
Diário do Alentejo

BAIXO ALENTEJO
Moura digital

BEIRA ALTA
Diário regional Viseu
Nova Guarda

BEIRA BAIXA
Jornal do fundão
Reconquista
Gazeta do interior

BEIRA LITORAL
As Beiras
Diário de Coimbra
Diário de Aveiro
Diário de Leiria

DOURO LITORAL
Imediato

ESTREMADURA
Jornal da praceta
Região de Setubal
Voz do campo
O Setubalense

MINHO
Diário do Minho
Antena Minho-106.0 FM

RIBATEJO
O Mirante
O Ribatejo
Vida Ribatejana

TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO
Mensageiro de Bragança
Voz do nordeste

AÇORES
Azores.gov
Azores digital
Açoriano Oriental
A união

MADEIRA
Madeira.gov
DN da Madeira
Jornal da Madeira

COMUNIDADES PORTUGUESAS
Lusoamericano
Gazeta Lusófona
Jornal Portugal Ilustrado
Mundo-Luso
Portuguese times
Sol Português

ESTRANJA
ANGOLA
Angola Press

ARGENTINA
Clarin Digital
Pagina12

BRASIL
Correio da Bahia
Diario do Nordeste
Globo
News yahoo
Midia sem mascara
Gazeta online

CHILE
El Mercurio
El diario

ESPANHA
El País
El Mundo
abc
Andalucia
El Periodico
Minuto Digital

FRANÇA
Le Monde
Le Figaro

INGLESES
Guardian
The Herald
Financial Times

ITALIANOS
Corriere della Sera
La Repubblica

PORTO RICO
El Nuevo Día

USA
The New York Times
The Washington Post

Islão
Webislam

.posts recentes

. Oh Pedrinho, é feio andar...

. É curioso a frase.

. Para que serve um Ministr...

. Qual é imagem de marca de...

. Mário Viegas Manifesto An...

. O pior presidente de semp...

. Vale a pena ir votar?

. Um presidente um governo.

. O fulano Decidiu que não ...

. Porque se fazem eleições ...

. Porque incomoda a tanta g...

. Pergunta do dia

. Anda por ai uma direita d...

. Olha como está irritada

. Andam todos por ai assust...

. Afinal o ps não aprendeu ...

. Que democracia é esta

. Diz o povo na sua sabedor...

. Existe gente com uma pret...

. “Ajudemos o presidente a ...

. O governo não sabia da li...

. Tiques de ditador.

. Porque razão apresentou a...

. O homem ainda não morreu ...

. Ulrich: "Troika mandou-me...

. Tanto ruido.

. 'Swissleaks' e a xariá

. O EMIGRANTE

. Quando se entra em campan...

. O alarve

. É um conto de crianças.

. Quando os valores morais ...

. Os nossos amigos de turba...

. 10 minutos da vida dum tr...

. Uma ideia, um terrorismo....

. O Mário e gafes

. Mais uma aventura que vai...

. O ambiente cheira mal

. Quando a saúde não tem me...

. Ilhas selvagens portugues...

. Estou farto dos que dizem...

. Quantos pobres recebem “9...

. Grande golpe publicitário...

. Muito se tem falado e esc...

. Visita Guiada ao Museu Mi...

. Como lida a polícia no br...

. A TAP, e os palermas

. BEM-HAJA, Senhor Almirant...

. São noticias deste calibr...

. Não podia estar mais de a...

.tags

. “É para inglês ver”; insustentável; list

. “falta de carácter”

. “OBVIAMENTE

. "a voz do dono"

. "Não tenho andado por aqui"

. "o baqueiro do regime"

. "O insólito acontece "

. "reduzir salários"

. 10.8%;erro;grave;desemprego

. 14%; desemprego

. 150 bombeiros

. 150.000 entalhes.

. 25 abril

. 27º

. 4 Milhões

. «por que no te callas»

. a aldeia dos trafulhas.

. a arte de bem mentir.

. a culpa morre solteira

. a força

. a gamar é que esta o ganho

. A ministra? E os exames…

. a primeira baixa colateral

. a velha

. abertura

. acabou

. acepipe

. agentes políticos

. agressões

. aguenta

. ai

. ajuda

. al-zarqawi

. alcachofra

. alcatrão

. alemao

. alguem diferente

. alimentar

. almeida ao poder.

. amnistia

. amo-te

. ana politkovskaia

. anjos caídos

. aprender

. armadilha mortal

. arquivamento

. arredondamento; banco; roubo; arrogante

. Arriba Fóssil

. asneira; nuclear; falências; electricida

. asno

. asnos; governam

. assalto; banco

. assaltos

. assaltos violentos

. assistência

. avô cantigas

. azar; vai-te satanás

. balbúrdia

. baldas

. bancarrota; guerra-civíl

. bancos; depositos

. bancos; lucros

. bandeira

. bando de bestas

. banha da cobra

. bárbaros; império; reformas

. bes

. besta; muro

. bestas

. bestiais

. bicha popular

. bilderberg; foleiro

. bisonte;

. bloco central

. BMW; sumptuárias; encantar; défice

. bobo

. brasil

. briosa de luto

. bronco; sporting

. Buracos negros; pensões douradas; vidas

. burlesco; revolta; fora-da-lei

. burro

. burros e jumentos.

. c.g.d.

. cacto

. cada cavadela

. corrupção

. corruptos

. demagogia

. economia da ruína

. estupidez

. grécia

. incompetente

. militares

. oportunismo

. pedofilia

. ridículo

. roubo

. socialismo

. sons of anarchy

. todas as tags

.arquivos

. Junho 2017

. Outubro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.Contadores

Sábado, 30 de Setembro de 2006

7 Diferenças?

 

Imagem gentilmente rapinada do Blog da Nalga as minhas desculpas ao Miguel.

Encontre sete, diferenças? E devolva…

1º Premio, um manual A Arte de Bem Mentir.

2º Premio, aumento de impostos.

3º Premio, aumento das taxas moderadoras.

4º Premio, novas taxas moderadoras.

5º Premio, aumento da criminalidade violenta.

6º Premio, encerramento de empresas.

7º Premio, uma visita guiada para constatar que os Job for the boys têm o futuro garantido.

publicado por carlocos às 22:20
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (5) | favorito
|
Quinta-feira, 28 de Setembro de 2006

Ementa: marujo na grelha.

A briosa esta de luto.

Caso se prove que estes tipos são corruptos que sejam expulsos com desonra das fileiras da armada. Não pode haver contemplações com quem desonra a farda que tem o privilégio de envergar.

publicado por carlocos às 14:38
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (4) | favorito
|
Quarta-feira, 27 de Setembro de 2006

OCDE vem a Portugal para avaliar os níveis de corrupção.

O grupo escolhido para fazer a avaliação é o mesmo que fez os pareceres sobre a corrupção nos países africanos e na América do Sul. – Será coincidência?  

Ferro Rodrigues, chefe da missão portuguesa junto da OCDE, convidou uma missão de combate à corrupção daquele organismo para fazer uma avaliação em Portugal. É a primeira vez que um Estado europeu se sujeita a tal humilhação, ao nível do Burkina Faso ou da Nigéria. A OCDE marcou a visita da sua missão a Lisboa para 2 a 5 de Outubro e, nomeadamente, quer saber por que é que a corrupção nos negócios em Portugal não está versada no Código Penal. Também é interessante a guerra à volta das listas e o desinteresse com os crimes cometidos sobre crianças abusadas.  

Quando o antigo ministro de Portugal pede uma avaliação destas sabe bem do que fala e as águas turvas onde se move. Conhece os casos Felgueiras, Freeports, Casas Pias e outros que são do conhecimento dos portugueses e razão do nosso atraso. Talvez estejam esquecidos do general que foi empossado para combater a corrupção em determinado organismo do estado e depois viu o tapete retirado, acabando como réu. Este grupo tem muito para constatar, apitos, licheiras, futebois, sacos azuis, – (azul-rosa) – construções… Até judas gozou de impunidade. Um universo de permeabilidade onde o poder político local, estatal e empresarial anda de mãos dadas como amantes na loucura da sua fugacidade. A constante passagem das chefias pela máquina politica e empresarial e vice-versa tem muito para ser estudado.

Não sei se será estranho?!... Mas desde tempos que recordo, que nenhum caso de corrupção onde estivesse envolvido político acabou em condenação. – E, eles são tantos os casos.

publicado por carlocos às 01:04
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (8) | favorito
|
Segunda-feira, 25 de Setembro de 2006

As prisões deveriam servir para reabilitar.

Sabemos que as prisões não fazem o papel para que foram idealizadas. Sabemos que quem entra no mundo das prisões não entra num sistema de reabilitação.

Num mundo ideal as prisões teriam um papel de reabilitação dos reclusos e proporcionariam a reintegração dos cidadãos na vida activa. Seria assim e toda a sociedade ganharia com isso. Quer o recluso quer o cidadão que foi vítima. Mas, a realidade é diferente do ideal. O ideal custa dinheiro, mais que o real.

Empurrar alguém para este sistema prisional é garantir que vai ser também ele vitima dum sistema. Vai cumprir a sua pena e sair sem a mínima esperança e com o futuro traçado. A continuação da carreira marginal. Se foi a toxicodependência que o levou ao mundo prisional tem a garantia da continuidade no mundo da droga. Terá há sua espera uma sala de chuto e não uma sala de reabilitação. Que adiantou encarcerar sem fazer o mínimo esforço para formar, educar, reabilitar ou curar cidadãos para que um dia possam dar o seu contributo à sociedade. Seria a reforma ideal no sistema prisional criar lugares de reabilitação. Seria difícil um caminho espinhoso. Mas, nem todos são irrecuperáveis, alguns só precisam do empurrão certo. Um cidadão integrado em pleno é um bem precioso. Em vez disso este governo envereda pelo mais fácil em vez de curar e reabilitar opta pela satisfação do fácil, tornando-se apoiante do tráfico. Quer dotar as cadeias com salas de chuto. É mais caro condenar os reclusos a uma desintoxicação do que à toxicodependência. Será mesmo mais barato permitir que uma pessoa seja presa e que não a ajudem a libertasse da droga. Que sistema é este que prende alguém por resultado da droga e depois dão-lhe oportunidade de sair pior do que entrou. Assume-se que os detidos têm acesso à droga. Não se combate o tráfico dentro das prisões. Não se investe em desintoxicação e através de uma ideia maquiavélica garante-se o direito à injecção. A droga circulará livremente pelas prisões? Ou será o governo a fornecer a unidose, como se de uma aspirina se tratasse?…

publicado por carlocos às 19:43
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (4) | favorito
|

180 Já são demais.

Receita para fazer deputados.

Se a proposta do PSD vingar, o número de deputados será reduzido de 230 para 180. Parece-me ainda assim excessivo o número de cadeiras que serão ocupadas no antigo mosteiro beneditino do Sec. XVI (Convento de S. Bento). Mesmo que o feixe de políticos seja inferior à média como noticia o Diário de Noticias já são demais. E o exemplo dado pelos nossos em nada os abona como notícia no jornal de negócios Deputados recusam devolver dinheiro de despesas de deslocação. E ainda em abono o escândalo da antecipação da Páscoa. Para que nós recordemos do valor em quem votamos, aqui fica de novo a lista dos deputados gazeteiros. O número de deputados restante, são os necessários.

A questão das faltas dos deputados leva que o presidente da assembleia prenuncie estas palavras "O regimento está em vigor e tudo aqui [no Parlamento] é para cumprir." Conseguindo a discordância das várias bancadas.

Queremos? Nós, tantos para isto! …

Os “outros” que servem os seus países têm-nos em melhores condições cultural, educacional e social. Servem de exemplo. Mas para trabalho e não para número.

publicado por carlocos às 00:06
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (3) | favorito
|
Sexta-feira, 22 de Setembro de 2006

Na Hungria o patife do PM também é mentiroso.

 É curioso, mentir resulta em Portugal. Mas não em todos os países que o diga o PM da Hungria. Ferenc Gyurc-Sany deve sentir um enorme pesar por não ser português e assim não ser admirado pela sua capacidade de mentir. Enquanto que por cá regozijam-se pela inépcia dos portugueses, na Hungria pela mesma razão o primeiro-ministro Húngaro enfrenta contestação e manifestações. São estes acontecimentos além fronteira que me fazem ter alguma esperança que os portugueses acordem um dia e se tornem mais exigentes para com os políticos.

tags:
publicado por carlocos às 16:51
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (3) | favorito
|

O R11 esfumou-se.

É curioso com uma viatura aprendida esfuma-se por arte magica de mago da GNR. Ali para os lados de Serpa anda alma penada que faz desaparecer R11. que se cuidem quem os tem que não há piparote de bengalim que não os faça desaparecer. Que o diga se poder o PA-77-53 que sofreu a pena de desintegração por não ter seguro.

publicado por carlocos às 16:49
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (1) | favorito
|

Fantasmas?

 É curioso o governo desconhece quanto ganham 27000 funcionários públicos e o que fazem. Será por isso que desde 4 de Agosto os serviços da Administração Pública têm ordem do Governo para não publicar em Diário da República os novos contratos individuais de trabalho.

Pois, é assim. Nem nós, nem eles, sabem quem entra o que fazem e o que ganham alguns funcionários que entraram para a máquina do Estado.

tags:
publicado por carlocos às 16:37
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (1) | favorito
|

Óh homem cale-se!...

Curiosamente depois de várias passagens por governos e de nada de positivo trazer, não se cala… 

A pasta da segurança social já foi sua e a das finanças também. No governo de coligação habituamo-nos à sua presença. Também faz parte daqueles causadores da queda de governos não pela capacidade na oposição mas sim pela merda que fazem no governo.
publicado por carlocos às 16:32
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (1) | favorito
|

Foram 14 os pedidos de ajuda em apenas 6 horas de vida.

Quando foi criada a linha SOS professor, não esteve em mente de quem teve a iniciativa que os apelos fossem tantos e em tão curto espaço de tempo. Foram 14 os docentes que telefonaram pedindo ajuda para a violência e indisciplina que estiveram e tão sujeitos. O serviço telefónico que funciona durante o período das 11.00 às 12.30 e das 18.30 às 20.00 e com o numero 808 962 006 também esta disponível a país e alunos para aconselhamento ou denuncia de situações.

publicado por carlocos às 16:23
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (1) | favorito
|

Tudo pelo défice.

No dia 2 de Março, Maria Gonçalves foi vitima dum problema de acuidade visual de um agente da PSP, que de mota embateu na sua viatura. Desde essa data a mesma senhora é vítima da falta de cumprimento por parte da polícia. Já passaram 6 meses e ainda não foi ressarcida pelos danos sofridos.

Não será também este um caso para a lista de caloteiros. Ou será antes mais um grão para fugir ao orçamento rectificativo.

publicado por carlocos às 16:15
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (1) | favorito
|

A percentagem prima.

São curiosas as contas do ministro da agricultura. Fez contas e concluiu que 30% das chefias do seu ministério são supérfluas. – Tenho em mim que o ministro faz parte desse número mágico. – Melhor seria que o ministro descobrisse que o mistério da agricultura não tem razão de existir e o papel de ministro do estrume e arrasto é satisfatoriamente desempenhado por um qualquer chefe intermédio de vão de escada de um qualquer organismo público. Ganharia a agricultura a pesca e o país se o cargo fosse extinto. Ganharíamos todos nós se tal fulano fosse para o fundo de desemprego.

publicado por carlocos às 16:07
link do post | Arrifem comentários | favorito
|

Estratagema e …

Quando o PM veio dizer que este ano não havia orçamento rectificativo faltou dizer qual seria o estratagema empregue este ano. Não anunciou aumento de impostos nem novos impostos. Mas eles, ai estão. Aumento das actuais e novas taxas na saúde decididas pelo ministério da morte. Tudo vai passar a pagar taxa moderadora nos hospitais. Interrogo-me quando é que um dador benévolo de sangue vai pagar taxa para poder dar parte do seu sangue ao negócio da morte.

Como o que vão sacar aos doentes não chega, nada como parar as obras em curso. As empresas já estão habituadas com os atrasos nos pagamentos da parte do governo. Desconheciam era a modalidade, interrupção nos pagamentos. Mas como este governo é criativo, criaram uma nova modalidade. Pagamos para o ano ou quando tivermos vergonha.

tags:
publicado por carlocos às 14:31
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (2) | favorito
|
Segunda-feira, 11 de Setembro de 2006

Um mar rosa.

Depois de encerrar serviços de saúde, maternidades, escolas, aumentar os medicamentos, cobrar 5% nos medicamentos que antes eram de graça, reduzir comparticipações, aumentar os impostos, criar novos impostos, colocar a judiciaria numa profunda crise financeira, ao ponto de quase a imobilizar, colocar os tribunais em crise orçamental, vender património. Sócrates garante défice de 4,6% sem recurso a Rectificativo. Parabéns, qual é o hospital ou outro bem essencial que vai encerrar em caso de necessidade?

música: Um mar rosa.
publicado por carlocos às 17:13
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (9) | favorito
|

O partido satélite e o líder fraco.

É inaceitável que o PSD um partido que se regue por orientação democrata assine um acordo com um governo que se rege por meios não democráticos, onde a mentira e o show off imperam. O acordo é a subjugação de um líder fraco sem capacidade de criar uma oposição eficaz e construtiva. Na luta pela sobrevivência prefere assinar um acordo com alguém que atraiçoou o eleitorado. O líder do PSD sabe que assinou um acordo que o devorará numa máquina propagandista.

Marques Mendes sabe que as eleições não se ganham pelas oposições eficazes mas sim pela saturação do eleitorado pela incompetência, arrogância e a opacidade dos membros que compõem os governos anteriores. Ele sabe, tem o conhecimento da forma como Guterres chegou ao poder, substituindo um governo que ele fazia parte. É também do seu conhecimento a ascensão de Durão Barroso pelas mesmas razões. Também não pode negar a ajuda que ele e o seu PSD mais Cavaco Deram a Sócrates e a sua ascensão. Não estando satisfeito com a traição foi fazer um acordo com o actual governo nas costas da Assembleia da republica. Ligou-se definitivamente a um grupo de indivíduos que humilharam e enganaram cidadãos honestos. O mesmo grupo que deu o vergonhoso espectáculo das escutas e do processo Casa Pia humilhando o parlamento e a justiça com a palhaçada da libertação.

Bem dizia um industrial que nem para porteiro serviria. Afinal estava guardado para reduzir o PSD a satélite de um governo de embuste. Parabéns!... É assim senhor Marques Mendes afinal sempre se assumiu como um líder a prazo. Ao contrário do seu anterior líder, sabe que nunca será PM.

música: O partido satélite e o líder fraco.
publicado por carlocos às 14:51
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (3) | favorito
|
Terça-feira, 5 de Setembro de 2006

Quando é que isto acaba?

Por mais sacrifícios que se peçam aos contribuintes, por mais benefícios que se cortem, por mais direitos que se extinguem, a despesa não é reduzida. Não é, e é um facto inegável! O crescimento do défice do estado aumentou 7,6%, apesar de todo o "show off" das campanhas e supostos ataques ás suas origens.

A despesa com remunerações certas e permanentes com o pessoal desceram 3,8%. Há reduções em todas as áreas de benefícios para os cidadãos. Então porque não se reduz as despesas do estado? Porque, no governo Sócrates existe a necessidade de distribuir pelos seus protegidos a riqueza adquirida pelos impostos. Há muitas formas, uma delas é os estudos, pareceres e projectos de consultoria. É desta forma que por muitos sacrifícios que façamos, nunca são suficientes. Não é compreensível que o povo que sustenta estes luxos, diariamente sinta o roubo de direitos. E ainda admita que o estado esbanje o seu dinheiro, sem o mínimo pudor, o estado retira direitos para reduzir despesas. E destrói 77,7 milhões de euros (15,54 milhões de contos) em “opiniões” aumentando a despesa em 78%. Ainda recentemente ficamos a saber que Graças aos dois orçamentos suplementares, o orçamentado da AR cresceu de 99 milhões para 157 milhões de euros (31,4 milhões de contos). Desse valor, 92 por cento são transferências do Orçamento de Estado. E que quatro mil dirigentes da Administração Central Pública custam entre sete e nove milhões de euros por mês (19,6 a 25,2 milhões de contos por ano) aos cofres do Estado. É desta forma que nunca teremos um limite para a perca de direitos e a perca dos mesmos nunca será suficiente.

música: Quando é que isto acaba?
publicado por carlocos às 16:32
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (4) | favorito
|

«Cerca de 20% dos clientes do nosso comércio são portugueses»

Os baixos salários e a disparatada carga de impostos em Portugal esta a levar os portugueses a fazer compras do outro lado da fronteira onde os artigos são mais baratos. O peso do negócio dos portugueses em Espanha já atinge os 20% e com tendência a aumentar. Estes portugueses contribuem para o orçamento do estado espanhol com 16% do valor das suas compras quando poderiam estar a contribuir para o português. Desenganem-se os portugueses que pensam que é só a população da raia que faz compras em Espanha a diferença de preços justifica a deslocação de cidades como Braga, Faro e Beja. Outras zonas haverá, mas que a avaliação esta ainda por fazer.

Declaradamente não é possível reduzir os impostos já que é preciso cada vez mais dinheiro para fazer frente a despesas como estas: Graças aos dois orçamentos suplementares, o orçamentado da AR cresceu de 99 milhões para 157 milhões de euros (31,4 milhões de contos). Desse valor, 92 por cento são transferências do Orçamento de Estado. Quatro mil dirigentes da Administração Central Pública custam entre sete e nove milhões de euros (1,4 a 1,8 milhões de contos) por mês aos cofres do Estado. O Governo preocupado com os menos favorecidos, alargou este suplemento mensal a 32 titulares de “cargos de comando, direcção ou chefia” da GNR.

É exigido aos portugueses um esforço hercúleo em impostos. Justificam esse esforço com a consolidação das contas públicas. Em resposta ao esforço dispendido, os portugueses vêem fechar serviços essenciais, maternidades, centros de saúde e tudo o mais de retaguarda que é essencial para a qualidade de vida de muitos cidadãos que contribuem arduamente com os seus impostos.

O resultado deste esforço despendido pelos portugueses e a perca de regalias e o aumento da despesa pública e sabemos nós que esse aumento não é resultado de melhorias da condição socio-económica da grande maioria da população. Sim de grupos marginais da mesma sociedade.

música: 20% são portugueses
publicado por carlocos às 16:26
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (3) | favorito
|
Domingo, 3 de Setembro de 2006

Reformas mínimas crescem acima da inflação.

A taxa de crescimento da pensão mínima para o ano de 2007 será o dobro da média das outras pensões. O crescimento será mais uma vez superior à inflação.

Com o valor actual para um pensionista com idade inferior a 65 anos de 435,12 euros e maior de 65 anos de 466,98 euros. Os pensionistas espanhóis sentem mais uma vez o sabor do aumento do poder de compra. Enquanto que em Portugal para fins eleitorais prometem a actualização do valor das reformas mínimas para 300€ e depois do poleiro alcançado, nem de promessa se tratou. Em Portugal o sentimento talvez devesse ser de frustração. Estes valores nem de longe são semelhantes ao salário mínimo português.

Em Espanha os reformados podem se sentir orgulhosos de não conhecerem o trafulha, como PM.

música: pensão mínima
publicado por carlocos às 20:38
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 2 de Setembro de 2006

Mais um recorde

Portugal é detentor de mais um recorde digno de um pais onde a criminalidade esta em plena recessão. A apreensão de 7,5 milhões de dólares falsificados em Portugal, são reflexo de uma actividade que periodicamente sofre alguns dissabores. Este caso, é mais uma vitória da polícia judiciária que mesmo enfrentando dificuldades financeiras criadas pela tutela, consegue ter momento de glória.

publicado por carlocos às 23:53
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 1 de Setembro de 2006

O dia da infâmia

publicado por carlocos às 23:30
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (3) | favorito
|

referer referrer referers referrers http_referer

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.links

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds