É curioso o desplante e desfaçatez com que a classe politica trata os assuntos de estado. Demonstrando um total desrespeito pelos eleitores que os elegeram para servirem o país

.UTILIDADES


ARTE
Aguarelas de Turner
Elfwood
Fantasy art
Boris Vallejo
Gorodin
Imagenetion
Luis Royo
Soanala
Tendreams
Zindy

ROTEIROS e MAPAS
Atlas local
Autour du Monde
Rotas e Viagens
Maporama.com
Mapas.clix
Mapa Michelin
Planta lisboa

AMBIENTE
Fauna Ibérica
Quercus
Geota
Portal Ambiente Online

COISAS INTERESSANTES
"> Dicas
Portal Europeu da Mobilidade
Expresso Emprego
Lado Negro da WEB
O Império Romano
Revelar Lisboa
Portal da história
Covers
Clube internet
Terramoto 1755
Lyrics
Museu das mentiras
Todays front pages
Realidade oculta
Vatican the Holy See

METEOROLOGIA
Geocid
Instituto de Meteorologia
Previsão do Estado do Tempo
Weather.co.uk

RECEITAS de CULINÁRIA
Culinarias.NET
Gastronomia de Portugal
Gastronomia Tradicional Portuguesa
Petiscos
Receitas de Culinária Online
Receitas e menus
Receitas macrobiótica
Receitas, Refeições e Comida É aqui!
Serviço Português de Gastronomia e Hotelaria

INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA
Atlas Geográfico
Centro de Estudos Geográficos
Earth google
Guia Geográfico
Instituto Geo do Exército
Instituto Geo Português

INVESTIGAÇÃO ESPACIAL
Agencia espacial europeia
SPACE.com
Portal do astrónomo

TEMPLATES
^.^ COYSITAS II ^.^
Mudar o template
Templates by Maximus
Portal By Marina

WALLPAPER
Dave's Scenic Nature
Deviantart
Desktopia
Digital Blasphemy
PCparadise
SPACE
Webshots

CASAS ENGRAÇADAS
Cavalheiros do Apocalipse Diz Que Disse
Esta barra é azul!
Estranho mas verdade
O coiso
Frente de Libertação Caramela
História em Disparates
Macacos sem galho
O Bobo
O MANGALHO ANTÍ-STRESS
vitominas

MOTORES DE BUSCA
Clix
Descobre
Google
Guia gratis
Iol
O leme
O Mocho
Sapo
Tendencia.cc

ENCICLOPÉDIAS E DICIONÁRIOS
Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
corrector On-line
Dicionários
Tradutor
Wikipedia

JORNAIS DE PORTUGAL
Agencia financeira
Correio da Manhã
Diário digital
Diário económico
Diario de notícias
Expresso
Lusa
Jornal digital
Jornal de negócios
Jornal de notícias
Jornalismo & Comunicação
Mundo.pt
Sol
Publico
O 1º de Janeiro
Semanário

REVISTAS
Nova Vaga
Visão
Finisterra
National Geographic
Atlântico
Sabado

TV
TVI

Rádio

Telefonia do Alentejo
RR

JORNAIS REGIONAIS
ALGARVE

Jornal do Algarve
Jornal do sotavento
Região sul

ALTO ALENTEJO
Diário do Alentejo

BAIXO ALENTEJO
Moura digital

BEIRA ALTA
Diário regional Viseu
Nova Guarda

BEIRA BAIXA
Jornal do fundão
Reconquista
Gazeta do interior

BEIRA LITORAL
As Beiras
Diário de Coimbra
Diário de Aveiro
Diário de Leiria

DOURO LITORAL
Imediato

ESTREMADURA
Jornal da praceta
Região de Setubal
Voz do campo
O Setubalense

MINHO
Diário do Minho
Antena Minho-106.0 FM

RIBATEJO
O Mirante
O Ribatejo
Vida Ribatejana

TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO
Mensageiro de Bragança
Voz do nordeste

AÇORES
Azores.gov
Azores digital
Açoriano Oriental
A união

MADEIRA
Madeira.gov
DN da Madeira
Jornal da Madeira

COMUNIDADES PORTUGUESAS
Lusoamericano
Gazeta Lusófona
Jornal Portugal Ilustrado
Mundo-Luso
Portuguese times
Sol Português

ESTRANJA
ANGOLA
Angola Press

ARGENTINA
Clarin Digital
Pagina12

BRASIL
Correio da Bahia
Diario do Nordeste
Globo
News yahoo
Midia sem mascara
Gazeta online

CHILE
El Mercurio
El diario

ESPANHA
El País
El Mundo
abc
Andalucia
El Periodico
Minuto Digital

FRANÇA
Le Monde
Le Figaro

INGLESES
Guardian
The Herald
Financial Times

ITALIANOS
Corriere della Sera
La Repubblica

PORTO RICO
El Nuevo Día

USA
The New York Times
The Washington Post

Islão
Webislam

.posts recentes

. É curioso a frase.

. Para que serve um Ministr...

. Qual é imagem de marca de...

. Mário Viegas Manifesto An...

. O pior presidente de semp...

. Vale a pena ir votar?

. Um presidente um governo.

. O fulano Decidiu que não ...

. Porque se fazem eleições ...

. Porque incomoda a tanta g...

. Pergunta do dia

. Anda por ai uma direita d...

. Olha como está irritada

. Andam todos por ai assust...

. Afinal o ps não aprendeu ...

. Que democracia é esta

. Diz o povo na sua sabedor...

. Existe gente com uma pret...

. “Ajudemos o presidente a ...

. O governo não sabia da li...

. Tiques de ditador.

. Porque razão apresentou a...

. O homem ainda não morreu ...

. Ulrich: "Troika mandou-me...

. Tanto ruido.

. 'Swissleaks' e a xariá

. O EMIGRANTE

. Quando se entra em campan...

. O alarve

. É um conto de crianças.

. Quando os valores morais ...

. Os nossos amigos de turba...

. 10 minutos da vida dum tr...

. Uma ideia, um terrorismo....

. O Mário e gafes

. Mais uma aventura que vai...

. O ambiente cheira mal

. Quando a saúde não tem me...

. Ilhas selvagens portugues...

. Estou farto dos que dizem...

. Quantos pobres recebem “9...

. Grande golpe publicitário...

. Muito se tem falado e esc...

. Visita Guiada ao Museu Mi...

. Como lida a polícia no br...

. A TAP, e os palermas

. BEM-HAJA, Senhor Almirant...

. São noticias deste calibr...

. Não podia estar mais de a...

. Luvas milionárias no caso...

.tags

. “É para inglês ver”; insustentável; list

. “falta de carácter”

. “OBVIAMENTE

. "a voz do dono"

. "Não tenho andado por aqui"

. "o baqueiro do regime"

. "O insólito acontece "

. "reduzir salários"

. 10.8%;erro;grave;desemprego

. 14%; desemprego

. 150 bombeiros

. 150.000 entalhes.

. 25 abril

. 27º

. 4 Milhões

. «por que no te callas»

. a aldeia dos trafulhas.

. a arte de bem mentir.

. a culpa morre solteira

. a força

. a gamar é que esta o ganho

. A ministra? E os exames…

. a primeira baixa colateral

. a velha

. abertura

. acabou

. acepipe

. agentes políticos

. agressões

. aguenta

. ai

. ajuda

. al-zarqawi

. alcachofra

. alcatrão

. alemao

. alguem diferente

. alimentar

. almeida ao poder.

. amnistia

. amo-te

. ana politkovskaia

. anjos caídos

. aprender

. armadilha mortal

. arquivamento

. arredondamento; banco; roubo; arrogante

. Arriba Fóssil

. asneira; nuclear; falências; electricida

. asno

. asnos; governam

. assalto; banco

. assaltos

. assaltos violentos

. assistência

. avô cantigas

. azar; vai-te satanás

. balbúrdia

. baldas

. bancarrota; guerra-civíl

. bancos; depositos

. bancos; lucros

. bandeira

. bando de bestas

. banha da cobra

. bárbaros; império; reformas

. bes

. besta; muro

. bestas

. bestiais

. bicha popular

. bilderberg; foleiro

. bisonte;

. bloco central

. BMW; sumptuárias; encantar; défice

. bobo

. brasil

. briosa de luto

. bronco; sporting

. Buracos negros; pensões douradas; vidas

. burlesco; revolta; fora-da-lei

. burro

. burros e jumentos.

. c.g.d.

. cacto

. cada cavadela

. corrupção

. corruptos

. demagogia

. economia da ruína

. estupidez

. grécia

. incompetente

. militares

. oportunismo

. pedofilia

. ridículo

. roubo

. socialismo

. sons of anarchy

. todas as tags

.arquivos

. Outubro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.Contadores

Quarta-feira, 31 de Maio de 2006

O futebol as baldas ou anjos caídos.

Os deputados adaptaram o horário de modo a poderem ver o Portugal – México. Ainda bem que não é uma ½ final ou final. Caso o fosse e o jogo fosse para prolongamento ainda iriam cobrar horas extraordinárias.
A agência financeira traz hoje aqui uma notícia sobre o assunto e com esta frase – «O PS foi o único partido que demonstrou algumas reticências iniciais a estas mudanças» – não deixa de ser curiosa. Recordo o acontecimento do 13 de Maio e como os socialistas foram os únicos deputados que no dia 13 de Maio, o dia da balda não se baldaram. Como confirma a lista que saiu no Portugal diário aqui disponível. Depois da vergonha que foi uma votação ficar inquinada daquela maneira, vêm dar uma de conscienciosos. Aja decoro e não tomem todos os portugueses por estúpidos.
publicado por carlocos às 23:05
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (3) | favorito
|
Sábado, 27 de Maio de 2006

Um ano se passou

É curioso faz hoje um ano de existência.
Nunca pensei de início que fosse possível alcançar este dia, o primeiro aniversário. Mas é verdade, faz hoje um ano que por aqui ando debitando carradas de veneno e muito fel neste universo que é a Web. Utilizei este espaço para destilar dozes de veneno e tentei denunciar muitas situações que para mim parecem erradas. Ao contrário de Carrilho não acredito numa teoria da conspiração para destruir o que quer que seja. Acredito mais na incompetência e estupidez crónica. Acredito que essas criaturas estejam desprovidas da mais elementar capacidade de aprendizagem, a faculdade de aprendizagem e erro. Sempre disse e repito que a culpa do nosso atraso estrutural é a corrupção e as chefias que demonstram uma falta de capacidade de aprender com os seus e os erros dos outros. São invariavelmente criaturas de perfil político que ocupam lugares de chefia. Que se movem nalguns sectores do estado. Essas criaturas foram bafejadas com um produto excelente que poderiam levar este país se não ao topo da excelência das nações pelo menos colocar-nos em lugar cimeiro. Os exemplos são muitos e vários. Mas basta referir Luxemburgo. Esse pequeno país com a maior produtividade e onde neste 3º calhau a contar do sol é o local onde vivem mais portugueses depois de Portugal. São já mais de 30% da população. Apesar dos relatos e exemplos que por esse mundo são referidos da qualidade e capacidade dos portugueses e do seu contributo para a qualidade de vida doutros povos. O país onde a percentagem de portugueses é a maior é o estado onde a produtividade e qualidade de vida é das piores. O que nos leva de novo a uma questão; afinal o mal é de quem? Não podia neste dia deixar de destilar ainda um pouco mais de veneno.
Quero dizer aos meus amigos que frequentemente me visitam e comentam, que o facto de não ser um comentador assíduo nos seus cantinhos é porque cada vez o tempo é menor e os amigos vão crescendo. E apesar de arranjar sempre um pouco de tempo para os visitar nem sempre tenho disponível o mesmo para os comentar. Assim, agradeço aos amigos que têm por aqui passado o muito que contribuíram para que esta página continue a poluir a Web.
Peço desculpa a todos pelo que de menos agradável por aqui foram lendo, mas a vida é assim composta pelo agradável e o menos agradável. É isso que nos faz sentir vivos.
Um bem-haja a todos.
publicado por carlocos às 21:14
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (9) | favorito
|

Época de saldos numa farmácia perto de si.

Afinal o governo sempre tem ideias brilhantes! no meio do cinzentismo não é que apareceu uma brilhante; medicamentos a saldo e unidose. Assim sim finalmente posso ir a farmácia e comprar um ou dois Xanax e tomar em SOS caso tenha o prévio conhecimento do aparecimento de tão brilhante governante com mais uma das suas brilhantes e estapafúrdias ideias na televisão. Se for apanhado desprevenido sempre fica a oportunidade de adquirir em urgência um pepsamar para ajudar a digerir o asco que tal figura me provoca.

Aproveite os nossos saldos adquira já hoje os medicamentos d’amanhã.

publicado por carlocos às 20:46
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 23 de Maio de 2006

“É o rosto da derrota política”.

É curioso, esta em condições de apresentar a câmara assassina que atacou selvaticamente e a traição pelas as costas Manuel Maria Carrilho captando o acto da não notícia do celebre não aperto de mão. 

Manuel Maria Carrilho “é o rosto da derrota politica” foi com estas palavras que Ricardo Costa encerrou o debate dos Prós e contras, respondendo à acusação de Carrilho de que, ele Ricardo Costa era o rosto da vergonha no jornalismo,

publicado por carlocos às 14:35
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (7) | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Maio de 2006

Com jeitinho a próxima é a Fatinha.

publicado por carlocos às 00:49
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (10) | favorito
|
Domingo, 21 de Maio de 2006

Maledicente quem?

Quando a oposição diz o que diz não esta a ser maledicente nem é menos amiga dos portugueses.
Sabe porquê? Não sabe!... Então, faça um exame de consciência e veja que a oposição não esta a mentir. A oposição não envereda pelo mesmo atalho que o governo esta a seguir ela sabe que há outro caminho a seguir. O caminho da verdade e de governar para Portugal e para os portugueses. Sim para os portugueses não para alguns. Governar para os portugueses é criar condições para que existam empregos decentes e salários decentes. Também não foi a oposição que disse mal de todos os portugueses. Ou dizer mal de professores, juízes, policias, médicos, enfermeiros, militares, funcionários públicos, dizer que todos os demais portugueses são calões. Que têm uma baixa produtividade porque são madraços. Ninguém escapou. Perdão, os políticos são a fina-flor rosa. Isso é dizer bem? É mentira que o fosso entre pobres e ricos é maior? É mentira que temos 20% da população na pobreza e a maioria tem emprego? É mentira que para 61% das famílias os seus rendimentos são para pagar as dívidas? É mentira que esses mesmos 61% não têm condições para poupar? É mentira que o serviço nacional de saúde não funciona? E temos um ministro, perdão o Sr. a determinar o encerramento de centros de saúde, porque não estão há pinha e as pessoas ainda têm alguma qualidade no atendimento. Nalguns casos a isolar cidadãos dos mais elementares direitos de assistência. A oposição não diz mal. Diz a verdade e ela dói. Não foi ela que alterou a forma de cálculo estatístico para disfarçar o desemprego. Nem inventou que os juízes têm 3 meses de férias. Nem inventou dívidas fiscais de empresas sem que elas existam. Não foi a oposição que disse que dava 300€ aos idosos com mais de 80 anos e depois num golpe de rins disse que não disse. Nem que não aumentava os impostos. Foi a oposição que disse que ia reduzir a despesa pública? Afinal os portugueses ao fim dum ano constataram a sua subida apesar dos sacrifícios exigidos. Foi a oposição que prometeu 150000 empregos? Quem veio anunciar ao país investimentos aos milhões que não se concretizam? A comédia da refinaria, acredito mais no empresário que no governo. O governo já mentiu. Afinal não era imperioso o aumento das exportações? Não é a oposição que trata todos os portugueses desde que não sejam políticos e socialistas como potenciais criminosos.
Eu também quero ir ao restaurante ali da baixa acompanhado pelos meus amigos e encomendar garrafas de vinho a 20contos e poder pagar. Não quero, veja só utilizar cartões de crédito, nem meter em despesas de serviço ou de representação. Quero poder pagar do dinheiro que ganhar honestamente.
publicado por carlocos às 12:40
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (6) | favorito
|

Livre como um passarinho.

Uma auditoria a Câmara de Cascais, liderada pelo ex-comunista convertido em socialista José Luís Judas, concluiu a existência de irregularidades graves na gestão, apontando prejuízos para os cofres públicos de até 13,3 milhões de euros, favorecimento de empresas e violação da boa gestão financeira de dinheiros públicos. A Polícia Judiciária (PJ) quis investigar Jorge Coelho no âmbito do processo sobre suspeitas de corrupção na Câmara de Cascais, envolvendo o ex-presidente, José Luís Judas, e o empreiteiro Américo Santo, mas o Ministério Público (MP) não deixou que fosse levantada a imunidade parlamentar do agora deputado do PS e ex-ministro para constitui-lo arguido.
Agora ficamos a saber que afinal era matéria para arquivamento. Mais uma vez os cidadãos são prejudicados e tudo se resolve com um arquivamento. 13,3 Milhões de euros é muito dinheiro.
Depois vêm umas criaturas socialistas dizer que não há dinheiro para pagar o 14º mês. Pois como poderia haver, esta enterrado em situações destas.
tags:
publicado por carlocos às 12:20
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (3) | favorito
|

"Demagogia à maneira"

O comportamento deste governo faz-me recordar duas imagens saborosas pela sua particularidade dos tempos idos; uma é a cena de Vasco Santana quando chegam as suas tias e os malabarismos do enredo no jardim entre animais, onde com paleio de circunstância e oportunismo ele mantém a mentira que tão carinhosamente tinha ajudado a germinar. Outro é o refrão de uma canção de intervenção já um pouco fora de tempo pois os momentos gloriosos do PREC já haviam terminado. Era o meu tempo de adolescente onde a Lena d'Água fazia a delícia da juventude. Foram cenas de épocas diferentes que retratavam modos de ser diferentes, mas que têm muito de actual, e de agora. Desde essa altura muita água passou debaixo das pontes mas o comportamento dos políticos em nada mudou, a demagogia, o oportunismo e o aproveitamento da simplicidade das pessoas tudo é usado.
Isto vem a propósito do espectáculo que fomos brindados à umas curtas semanas. Onde durante uns curtos dias foram aparecendo nos ecrãs das televisões políticos sorridentes e industriais com a aureola de santos milagreiros que nós levariam de investimento em investimento à vitória da recuperação económica e garantia do aumento das exportações. Afinal não era o desígnio deste governo inverter o défice comercial? Foi um desfilar de acontecimentos que durante dias foram o tema de assunto de discussão de tascas e de ditos espirituosos nas portas dos WC cá do burgo. Por todo o lado se ouvia mas ele disse e se ministro diz. E logo o primeiro!... Isso tem que ser verdade. Santas e crentes criaturas que o céu é dos simples de espírito. A memória curta não atingia os tempos da campanha eleitoral onde a mentira e embuste foi o modo de alcançar o poleiro. Pouco mas muito pouco tempo depois ficamos a saber que afinal o investimento mais mediático não se iria realizar. Afinal a refinaria não era a galinha dos ovos de ouro que tinha sido apregoada. Ficamos isso sim a saber que alguém mentia deliberadamente ou então os tais do governo não sabem ler ou simplesmente passaram os olhos perspicazes pelo caderno de intenções. Isto tudo porque contrariamente ao que o governo quer fazer passar. Só existem investimento se os investidores tiverem a garantia de lucros "assegurados". Empresários perdedores e galinhas que põem ovos de oiro são fantasia. E assim ficamos esta passada semana também a saber que a General Motors quer bazar de cá. Afinal é só mais importante para o PIB neste momento que a tal de Palmela. Coisa pouca.

tags:
publicado por carlocos às 01:42
link do post | Arrifem comentários | favorito
|

Milhões, milhões.

Com a cotação dos metais nos valores actuais é rentável reiniciar a exploração de minas que estavam suspensas. Assim, minas que estavam encerradas à 13 anos vão possivelmente voltar a laborar. Digo possivelmente porque nada impede que termine a especulação que esta a ser feita sobre o ouro e outros metais. O valor do oiro atingiu o máximo de sempre, o cobre teve uma valorização de 78% nos mercados internacionais. Nestes valores reactivar a exploração de minas é rentável. Mas, se a cotação dos metais regressar aos reais valores as minas voltam a encerrar, ou nem se inicia a actividade mineira. Mas mesmo que se inicie a laboração será por quanto tempo? Durante o período de laboração os investidores não perdem dinheiro ele está assegurado. Adivinhem por quem?...

tags:
publicado por carlocos às 01:37
link do post | Arrifem comentários | favorito
|
Quarta-feira, 17 de Maio de 2006

Governo fora da lei.

 
A negociação é a forma de criar um entendimento entre duas partes. Mas, quando as duas partes são de bem.
O facto de um governo seja ele qual for negociar com bandidos, coloca esse governo fora da lei. É a forma mais vil de submeter o interesse dos cidadãos honestos, – são esses que constroem uma nação – aos desejos de bandidos. Um governo que entra nessa escalada acaba por perder toda a legitimidade. Nestes últimos dias fomos assistindo a uma guerrilha urbana na cidade de São Paulo. Esquadras de polícias foram atacadas, nada que para mim fosse novo. Recordo-me de um dia na cidade de Cartagena das Índias, Colômbia ficar surpreendido a olhar para uma parede que se encontrava crivada de balas. Uma parede de uma esquadra de polícia. Para mim europeu aquilo não fazia sentido. Porem em conversa com alguns agentes, fiquei a saber que era uma realidade local.
A violência em São Paulo propagou-se a outros estados e levou a morte de várias dezenas de pessoas e muitas outras feitas reféns. O estado resolveu de forma a limitar os danos. Negociou com os criminosos. Com criminosos não se negoceia!? Talvez isso fosse possível mas num país onde a corrupção politica é uma forma de estar. Onde pende sobre um presidente a sombra de um “mensalão”. Diversos escândalos com políticos têm sido relatados, legitimando algumas dúvidas de que lado estão os verdadeiros criminosos…   
Um oceano nos separa mas temos em comum um grupo político pouco recomendável. Pouco temos para vós ajudar. Lamentavelmente também não nós sabemos ajudar. Lamento ainda e temo que um dia isso por cá aconteça. No fim temos tantas semelhanças.
Lamento que a criminalidade no Brasil tenha chegado a esse ponto. Lamento pelos brasileiros honestos e trabalhadores que o seu país seja visto como um país onde os criminosos ditam leis. No fim, o que os difere dos políticos.
publicado por carlocos às 00:26
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (4) | favorito
|
Sábado, 13 de Maio de 2006

As ficções de cá.

Se os jogadores de futebol escrevem livros de ficção. Se doidos a contas com a justiça escrevem ficções “tas a ver”. Por mais ridículo que possa parecer por este “sítio mal frequentado” tudo é possível, até a Lili editou um livro. Porque não deveria um vaidoso, mau perdedor e embezerrado, escrever uma quantidade de parvoíces.
Deixem o homem expressar o que lhe vai na alma e dei-lhe o que ele merece; desprezo.
tags:
publicado por carlocos às 18:45
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (5) | favorito
|

Agora, Portugal tem um rumo?...

O resultado do socialismo que acena com o eldorado da social-democracia do norte da Europa é o tratamento discriminatório com que este governo trata cidadãos exemplares. O caso de Fernando Gomes, que como administrador da GALP aufere uns míseros 15000 euros, foi informado pela Caixa Geral de Aposentações que tinha sido reformado com uma mísera pensão de 3172€. Valha-lhe ao menos que como gestor público, Fernando Gomes não é obrigado a optar por um terço do salário ou da reforma. É este como muitos outros casos representativo de uma classe mal amada, que vê os seus direitos serem diariamente espoliados, em detrimento de uns velhos que querem auferirem de uma exorbitante verba de 300€, ou melhor querem auferir de mais uns extraordinários euros para completar a diferença do que auferem e os escandalosos 300 euros. Como disse o caso de Fernando Gomes é a ponta do Iceberg poderíamos ainda falar de outros injustiçados como Armando Vara, Vítor Constâncio, Guilherme d’Oliveira Martins e tantos outros como os míseros 1,42 milhões que pobres e explorados 82 deputados receberam de subsídio. Um humilhante subsídio de reintegração, que teve que ser mendigado. Cidadãos esses exemplares, que sempre se esforçaram para nos colocar no pelotão da frente na fuga à qualidade de vida e da convergência com a Europa. Foram estas dignas e doutas criaturas preocupadas, que sempre responderam cabalmente à digna e justa distribuição de fundos comunitários. Mas, não o governo num claro proteccionismo dos interesses instalados e protecção de privilégios injustificados aumenta as tachas moderadoras em 23%, o encerramento de maternidades, o ataque ás reformas de quem tem descontado para sustentar parasitas. Que agora vêm dizer que o dinheiro não chega para eles, que descontaram. Esta é outra que faz lembrar o caso dos funcionários públicos, têm de aumentos uns exorbitantes 1,5%. É por isso que os gestores públicos do infarmed receberam um aumento de miséria, uns desprezíveis 30%. E como o PM, o visionário Sócrates muito bem diz; não há, volta a dar. Não há atalho a seguir.
publicado por carlocos às 01:38
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (5) | favorito
|
Domingo, 7 de Maio de 2006

(Mistério) das finanças ou a arte da ruína.

O detentor da pasta do (mistério) das finanças reafirma as previsões do crescimento económico. Segundo ele o «conjunto de indicadores que tem vindo a público revela que há alguma dinâmica económica, o que permite levar a crer que a previsão de crescimento efectuada se mantém perfeitamente válida». É fácil ver os sinais que diariamente são transmitidos pelos órgãos de informação local e internacional, para termos a certeza que o governo irá levar este país a bom porto. “Mesmo contra ventos e mares” e uns velhos do Restelo que resolveram criar menos 8% de empresas. Mesmo com o método de empresa na hora, parece que esta a ser utilizada para a criação de empresas para fuga ao fisco no sistema conhecido por “Carrossel do IVA”. Mesmo quando estávamos a beira de uma recessão, mas crescíamos mais que agora. Face ao quotidiano que é trabalhadores perderem os seus postos de trabalho sendo enviados para o encargo da segurança social. Situação que o governo tem aproveitado para fazer um ataque ás reformas. Quando a culpa da situação é da sua irresponsabilidade e incompetência. Sinais da vitalidade da nossa economia são mais que evidentes, eles vêm de todos os lados. Os 469 Milhões de euros (93,8 Milhões de contos) em cheques sem previsão. Isto só no 1º trimestre de 2006. Quando o trabalho infantil mudou para formas mais graves e violentas de exploração. Entretanto o governo prepara um método de reduzir mais o rendimento disponível das famílias, via aumento dos transportes diversas vezes ao ano. Os sinais de excelência deste governo são evidentes, o fosso entre ricos e pobres continua a aumentar. Outra forma de bem governar, são os aumentos da electricidade, água, pão, dos combustíveis, que aumentam ao dia quando o barril sobe mas descem a 90 dias quando o barril desce. No fim traduz-se tudo na redução do dinheiro disponível pelas famílias.
Nem tudo vai mal. E segundo palavras de Vitalino Canas a situação económica regista uma «melhoria ligeira e gradual», assente na «subida de dez por cento registada em Março ao nível de negócios industriais» e de «sete por cento nas exportações» em Fevereiro «O país está a melhor. Os últimos indicadores do ponto de vista económico mostram que existe uma ligeira melhoria e entendemos que essa melhoria resulta da acção política do Governo e de indicadores de alguns países parceiros comerciais que estão a melhorar». Depois de muito procurar encontrei mais esta notícia em que numa sondagem 61% dos portugueses admitem terem dificuldade em pagar todas as contas no fim do mês. Achei que não deveria ser a esse tipo de notícias que ele se referia. E sim, cá esta ela a situação a que esse Sr se referia. Estão aqui nos lucros fabulosos dos bancos BCP; BES; BPI, a Galp outra com lucros fabulosos 442 Milhões de euros (88,4 milhões de contos). Empresas que tiram competitividade em relação a outros países, apresentam lucros extraordinários de, Lucros da EDP crescem para 1,071 mil milhões em 2005 os lucros da EDP devem alcançar os 967 milhões de euros. O estado rejubila de contente arrecadou uns milhões de euros a custa do imposto sobre os combustíveis. Mas, o mesmo estado já fez as contas sobre os milhões que arrecadou o governo espanhol devido à insanidade do estado português? Quem visita a Espanha vê nas bombas de gasolina espanholas junto à raia carros de matrícula portuguesa. Não entende este estado que isso sufoca as pequenas e medias empresas. Não compreende ainda este estado que essa situação retira competitividade. Depois dizem que a produtividade portuguesa é baixa, o custo da energia não conta? E a corrupção? Por todo o lado ouve-se falar em lucros aos Milhões de euros, são esses os números resultado da política deste governo. Estão colocando o país a duas realidades a realidade dos condomínios fechados e a realidade do ódio contido dos que ficam de fora. Tudo isto é uma panela de pressão pronta a rebentar. Os números são o que são mas estes poucos são extraordinários. Fazem pensar sobre a razão da democracia.
John] Kennedy: "Não perguntem o que o vosso país pode fazer por vocês. Mas sim o que podem fazer pelo vosso país!” a versão politica portuguesa é; não perguntem o que podemos fazer por nós nem pelos nossos rapazes. Nós temos muita imaginação e descobrimos sozinhos. E você?
tags:
publicado por carlocos às 18:25
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (12) | favorito
|
Sábado, 6 de Maio de 2006

Mistério da administração interna. Números fabulásticos

Os números da criminalidade apresentados pelo governo traçam um quadro rosa do estado deste sítio mal frequentado. Segundo esses mesmos números num ano e alguns meses em que o desemprego e a crise se instalou e a conflituosidade entre o governo os tribunais e as forças de segurança, não se deslumbra fim a vista, trouxe os seus frutos. A criminalidade acalmou e compreendendo a crise em que o país esta mergulhado resolveram dar descanso aos cidadãos. Isto como se alguns criminosos tivessem ido de ferias para um qualquer destino paradisíaco ou então em uníssono com o governo interpretasse a contenção como um dever a seguir.
Mas os números são o que são e parece que os cidadãos deixaram de ser vítimas de actos criminosos.... Ou então deixaram de apresentar queixa?... Algum de estranho se esta a passar. Se o governo por um lado apresenta uma redução nos indicies da criminalidade, por outros a informação sobre a actividade duma faixa da sociedade apresenta uma cor rosa choque. Se não vejamos alguma actividade se não criminosa para alguns, mesmo assim pouco ilícita para outros.
Parece serem frequentes agressões contra médicos, enfermeiros e auxiliares. E segundo esta notícia rondam os 87000 casos ano. E nalguns casos há médicos agredidos fisicamente e ameaçados de morte por se recusarem a passar atestados para os mais variadíssimos fins. Dirão vocês que essas são pessoas desesperadas e nunca criminosos. Pois seja, um agarrado que assalta para poder comprar a dose do meio-dia também é um desesperado. O mistério da educação também nega o aumento da violência sobre os docentes. E porque não, são os professores é que levam as bordoadas. No caso dos polícias, que podem dizer sobre este relatório? Talvez que os agentes agredidos, afinal não foram, sonharam. Como os casos de agressão aos militares da guarda nalguns casos alvejados a tiro como também aconteceu a agentes da PSP. Sempre com finais graves, trágicos mesmo. O presidente da Juntade Freguesia da Pena, Armando Silva, foi assassinado. O assassino ainda tentou matar mais quatro pessoas. Felizmente não conseguiu, mas destruiu as suas vidas. Por este país fora se ouve falar frequentemente em assaltos à mão armada, quadrilhas que usam de extrema violência. Quem ainda se lembra do tão falado caso do arrastão de Carcavelos? Acontecimento inicialmente com 500 criminosos, que foi gradualmente sendo reduzido até um número aceitável na óptica deste governo de 30 a 40 elementos que praticaram actos ilícitos, parece que os outros serviram para cobertura. Tudo bons rapazes. Capazes das mais diversas carecias aos veraneantes de modo a sacar os seus pertences. Também quem manda irem para a praia de carteira e telemóveis. Que falta de bom senso. Como as boas iniciativas são para desenvolver e melhorar, enquanto o ministro da Administração Interna e o Director Nacional da PSP afadigavam-se a dar garantias de que o episódio de Carcavelos não voltaria a acontecer, já que iriam fazer uma barrela com OMO, tornando o arrastão branco mais branco. Em Quarteira, no Algarve, cerca de 50 jovens de origem africana chegados de autocarro provocavam o pânico entre veraneantes e comerciantes, que chegaram a temer a ocorrência de um novo "arrastão". Mas, após ouvirem as palavras do Sr. Ministro ficaram descansados, eram só 50 jovens divididos em 3 grupos, praticando a nobre acção de assalto.
Estas são algumas das situações que provam que o país esta mais seguro. Talvez fosse uma excelente ideia mudar o encarnado da bandeira para um rosa choque e em vez de palmas com que se honram os heróis, passarem-se a usar umas orelhas de burro. Sempre estariam mais a condizer com a forma e a actividade propagandista.       
publicado por carlocos às 15:16
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (5) | favorito
|
Quinta-feira, 4 de Maio de 2006

Além do contribuinte quem mais será responsabilizado?

Notícia no semanário O Independente dava conta de várias irregularidades financeiras detectadas e ainda práticas pouco transparentes na utilização de verbas públicas pelas federações desportivas. Existe de tudo um pouco despesas sem comprovativo, cedência de recintos públicos gratuitamente, requisição de 80 professores de educação física com os salários garantidos pelo erário público. É uma grande lista para um estado que se diz em crise e onde não existe dinheiro para manter abertas maternidades e o pagamento de reformas. É este mesmo estado que entregou nos últimos dois anos mais de 27 milhões de euros por ano (5,4 milhões de contos) a federações desportivas via Instituto de Desportos de Portugal.
É este mesmo estado que exige sacrifícios em nome de uma politica errada e ruinosa.
publicado por carlocos às 22:46
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (3) | favorito
|

Todos temos a nossa Dulcineia

O capitão da GNR, José Pires acusado de deserção decidiu ser um D. Quixote português e combater uns moinhos de vento. Decidiu ele em honra da sua Dulcineia “a honra e a liberdade democrática” combater o tráfico de influências. Sr. Capitão um bem-haja pela sua, sim coragem em combater o que nunca deveria de existir. Mas como na personagem de Cervantes é um combate inglório. É uma guerra para que se leve de vencida é necessário ter um povo culto e interveniente em questões de cidadania e não, um que é mantido na ignorância da evolução civilizacional. É o mesmo que sabendo que o trafico de influencias é o peso do nosso atraso. Sabendo ele onde esta e os seus intervenientes, olha para o lado, com um encolher de ombros e comenta; “que fazer são todos iguais”. Assim vai vivendo de semana a semana com as trincas do futebol. Cego a tudo o mais, porque o futebol ocupa demasiado espaço nas consciências colectivas.
publicado por carlocos às 18:15
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (1) | favorito
|

referer referrer referers referrers http_referer

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.links

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds