É curioso o desplante e desfaçatez com que a classe politica trata os assuntos de estado. Demonstrando um total desrespeito pelos eleitores que os elegeram para servirem o país

.UTILIDADES


ARTE
Aguarelas de Turner
Elfwood
Fantasy art
Boris Vallejo
Gorodin
Imagenetion
Luis Royo
Soanala
Tendreams
Zindy

ROTEIROS e MAPAS
Atlas local
Autour du Monde
Rotas e Viagens
Maporama.com
Mapas.clix
Mapa Michelin
Planta lisboa

AMBIENTE
Fauna Ibérica
Quercus
Geota
Portal Ambiente Online

COISAS INTERESSANTES
"> Dicas
Portal Europeu da Mobilidade
Expresso Emprego
Lado Negro da WEB
O Império Romano
Revelar Lisboa
Portal da história
Covers
Clube internet
Terramoto 1755
Lyrics
Museu das mentiras
Todays front pages
Realidade oculta
Vatican the Holy See

METEOROLOGIA
Geocid
Instituto de Meteorologia
Previsão do Estado do Tempo
Weather.co.uk

RECEITAS de CULINÁRIA
Culinarias.NET
Gastronomia de Portugal
Gastronomia Tradicional Portuguesa
Petiscos
Receitas de Culinária Online
Receitas e menus
Receitas macrobiótica
Receitas, Refeições e Comida É aqui!
Serviço Português de Gastronomia e Hotelaria

INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA
Atlas Geográfico
Centro de Estudos Geográficos
Earth google
Guia Geográfico
Instituto Geo do Exército
Instituto Geo Português

INVESTIGAÇÃO ESPACIAL
Agencia espacial europeia
SPACE.com
Portal do astrónomo

TEMPLATES
^.^ COYSITAS II ^.^
Mudar o template
Templates by Maximus
Portal By Marina

WALLPAPER
Dave's Scenic Nature
Deviantart
Desktopia
Digital Blasphemy
PCparadise
SPACE
Webshots

CASAS ENGRAÇADAS
Cavalheiros do Apocalipse Diz Que Disse
Esta barra é azul!
Estranho mas verdade
O coiso
Frente de Libertação Caramela
História em Disparates
Macacos sem galho
O Bobo
O MANGALHO ANTÍ-STRESS
vitominas

MOTORES DE BUSCA
Clix
Descobre
Google
Guia gratis
Iol
O leme
O Mocho
Sapo
Tendencia.cc

ENCICLOPÉDIAS E DICIONÁRIOS
Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
corrector On-line
Dicionários
Tradutor
Wikipedia

JORNAIS DE PORTUGAL
Agencia financeira
Correio da Manhã
Diário digital
Diário económico
Diario de notícias
Expresso
Lusa
Jornal digital
Jornal de negócios
Jornal de notícias
Jornalismo & Comunicação
Mundo.pt
Sol
Publico
O 1º de Janeiro
Semanário

REVISTAS
Nova Vaga
Visão
Finisterra
National Geographic
Atlântico
Sabado

TV
TVI

Rádio

Telefonia do Alentejo
RR

JORNAIS REGIONAIS
ALGARVE

Jornal do Algarve
Jornal do sotavento
Região sul

ALTO ALENTEJO
Diário do Alentejo

BAIXO ALENTEJO
Moura digital

BEIRA ALTA
Diário regional Viseu
Nova Guarda

BEIRA BAIXA
Jornal do fundão
Reconquista
Gazeta do interior

BEIRA LITORAL
As Beiras
Diário de Coimbra
Diário de Aveiro
Diário de Leiria

DOURO LITORAL
Imediato

ESTREMADURA
Jornal da praceta
Região de Setubal
Voz do campo
O Setubalense

MINHO
Diário do Minho
Antena Minho-106.0 FM

RIBATEJO
O Mirante
O Ribatejo
Vida Ribatejana

TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO
Mensageiro de Bragança
Voz do nordeste

AÇORES
Azores.gov
Azores digital
Açoriano Oriental
A união

MADEIRA
Madeira.gov
DN da Madeira
Jornal da Madeira

COMUNIDADES PORTUGUESAS
Lusoamericano
Gazeta Lusófona
Jornal Portugal Ilustrado
Mundo-Luso
Portuguese times
Sol Português

ESTRANJA
ANGOLA
Angola Press

ARGENTINA
Clarin Digital
Pagina12

BRASIL
Correio da Bahia
Diario do Nordeste
Globo
News yahoo
Midia sem mascara
Gazeta online

CHILE
El Mercurio
El diario

ESPANHA
El País
El Mundo
abc
Andalucia
El Periodico
Minuto Digital

FRANÇA
Le Monde
Le Figaro

INGLESES
Guardian
The Herald
Financial Times

ITALIANOS
Corriere della Sera
La Repubblica

PORTO RICO
El Nuevo Día

USA
The New York Times
The Washington Post

Islão
Webislam

.posts recentes

. Uma desparasitação delici...

. Oh Pedrinho, é feio andar...

. É curioso a frase.

. Para que serve um Ministr...

. Qual é imagem de marca de...

. Mário Viegas Manifesto An...

. O pior presidente de semp...

. Vale a pena ir votar?

. Um presidente um governo.

. O fulano Decidiu que não ...

. Porque se fazem eleições ...

. Porque incomoda a tanta g...

. Pergunta do dia

. Anda por ai uma direita d...

. Olha como está irritada

. Andam todos por ai assust...

. Afinal o ps não aprendeu ...

. Que democracia é esta

. Diz o povo na sua sabedor...

. Existe gente com uma pret...

. “Ajudemos o presidente a ...

. O governo não sabia da li...

. Tiques de ditador.

. Porque razão apresentou a...

. O homem ainda não morreu ...

. Ulrich: "Troika mandou-me...

. Tanto ruido.

. 'Swissleaks' e a xariá

. O EMIGRANTE

. Quando se entra em campan...

. O alarve

. É um conto de crianças.

. Quando os valores morais ...

. Os nossos amigos de turba...

. 10 minutos da vida dum tr...

. Uma ideia, um terrorismo....

. O Mário e gafes

. Mais uma aventura que vai...

. O ambiente cheira mal

. Quando a saúde não tem me...

. Ilhas selvagens portugues...

. Estou farto dos que dizem...

. Quantos pobres recebem “9...

. Grande golpe publicitário...

. Muito se tem falado e esc...

. Visita Guiada ao Museu Mi...

. Como lida a polícia no br...

. A TAP, e os palermas

. BEM-HAJA, Senhor Almirant...

. São noticias deste calibr...

.tags

. “É para inglês ver”; insustentável; list

. “falta de carácter”

. “OBVIAMENTE

. "a voz do dono"

. "Não tenho andado por aqui"

. "o baqueiro do regime"

. "O insólito acontece "

. "reduzir salários"

. 10.8%;erro;grave;desemprego

. 14%; desemprego

. 150 bombeiros

. 150.000 entalhes.

. 25 abril

. 27º

. 4 Milhões

. «por que no te callas»

. a aldeia dos trafulhas.

. a arte de bem mentir.

. a culpa morre solteira

. a força

. a gamar é que esta o ganho

. A ministra? E os exames…

. a primeira baixa colateral

. a velha

. abertura

. acabou

. acepipe

. agentes políticos

. agressões

. aguenta

. ai

. ajuda

. al-zarqawi

. alcachofra

. alcatrão

. alemao

. alguem diferente

. alimentar

. almeida ao poder.

. amnistia

. amo-te

. ana politkovskaia

. anjos caídos

. aprender

. armadilha mortal

. arquivamento

. arredondamento; banco; roubo; arrogante

. Arriba Fóssil

. asneira; nuclear; falências; electricida

. asno

. asnos; governam

. assalto; banco

. assaltos

. assaltos violentos

. assistência

. avô cantigas

. azar; vai-te satanás

. balbúrdia

. baldas

. bancarrota; guerra-civíl

. bancos; depositos

. bancos; lucros

. bandeira

. bando de bestas

. banha da cobra

. bárbaros; império; reformas

. bes

. besta; muro

. bestas

. bestiais

. bicha popular

. bilderberg; foleiro

. bisonte;

. bloco central

. BMW; sumptuárias; encantar; défice

. bobo

. brasil

. briosa de luto

. bronco; sporting

. Buracos negros; pensões douradas; vidas

. burlesco; revolta; fora-da-lei

. burro

. burros e jumentos.

. c.g.d.

. cacto

. cada cavadela

. corrupção

. corruptos

. demagogia

. economia da ruína

. estupidez

. grécia

. incompetente

. militares

. oportunismo

. pedofilia

. ridículo

. roubo

. socialismo

. sons of anarchy

. todas as tags

.arquivos

. Novembro 2017

. Junho 2017

. Outubro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.Contadores

Terça-feira, 28 de Março de 2006

Falar para se ouvir.

«Defendo fim do salário mínimo e do subsídio de desemprego» Esta frase do dizem para ai que economista Daniel Bessa ex-ministro da economia e “socialista” convicto. Numa entrevista que saiu num jornal financeiro (noticia aqui)  , onde defende o fim do salário mínimo e do subsídio de desemprego justificando para isso o exemplo e com o cuidado de afirmar que é “extremo e demagógico” o que não é de surpreender. Nesse exemplo aberrante – para não adjectivar de modo mais incisivo. “Imagine uma pessoa que ganhe 5 mil euros por mês e que, de repente, fique desempregado. A solução que temos diz que esse senhor vai à procura de um emprego compatível e enquanto não arranjar 5 mil euros por mês, está no subsídio de desemprego.” O sr. Bessa então não sabe que o subsídio de desemprego é 65% do salário que o trabalhador auferia? E nunca superior a 3X o salário mínimo? Sim, é verdade não estou esquecido, ainda pode ser acrescido de uma verba de 80% do salário mínimo. Em casos muito excepcionais. E ainda outra questão, os prazos não contam para os patéticos 5000€, mas para os que auferem o salário mínimo contam?


Com as novas alterações que estão na calha como a de recusa de emprego com remuneração igual ao subsídio de desemprego (65% do que antes auferiam até um mínimo igual ao salário mínimo – também seria melhor), levar à perca imediata do subsídio. Será um terreno fértil a explorar pelo patronato de modo a reduzir o valor salarial. Um verdadeiro paraíso para os patrões sem escrúpulos. Como é uma medida de um governo demagógico e auto-intitulado socialista, mas com o apoio do alto capital é uma medida acertada.


Talvez até que não fosse mau que o subsídio de desemprego acabasse ½ milhão de desempregados é um exército de respeito mesmo que mal comandado, talvez impusessem mudanças nesta podre republica.


O governo tem pecado pela falta de coragem e pela lentidão nas medidas que se impõem de consolidação orçamental em Portugal e já que para lá caminhamos proponho a declaração do início da escravatura em Portugal. Como muito bem diz o “Não há volta a dar, não há atalho a seguir. “

publicado por carlocos às 23:10
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (5) | favorito
|
Segunda-feira, 27 de Março de 2006

Sanguessugas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


Uma sanguessuga é um (anelídeo) da subclasse Hirudinea (também chamados aquetas) que se alimenta de (sangue) de outros animais (hematófago). São animais (hermafroditas), desprovidos de cerdas e que possuem, na região posterior, ventosas para sua fixação. São assim chamados por produzirem uma substância (anticoagulante) denominada (hirudina).


Em Portugal existe várias espécies de sanguessugas, algumas sempre pertenceram ao mesmo partido. Outras, que transitam de um partido para outro conforme as vantagens se lhe apresentam. Temos espécies que conseguem transpor todo o espectro partidário, nunca se fixando em nenhum. São essas as espécies mais perigosas, nunca sabemos onde se encontram e qual é o momento do ataque. Temos alguns espécimes que já foram chefes dum grupo e posteriormente se metamorfosearam e passaram a outros. Todas elas comungam do mesmo apetite voraz por dinheiro e mordomias. Por mais que suguem os impostos dos hospedeiros nunca estão saciadas. Actualmente criaram outro método para parasitarem que ficou definido por ataque aos privilégios. Foi deste modo que adormeceram os hospedeiros, conseguindo assim acabar com o pouco beneficio que as vítimas ainda auferiam.


Em tempos na economia nacional, as sanguessugas foram utilizadas em casos de grandes dificuldades, de modo a combater possíveis propagação de corrupção, o facto de fazer a economia circular permitia manter o bem-estar social pela troca de bens. Assim que o mercado vencia a inércia eram guardadas em prisões. Após um movimento de rins, adquiriram resistências e desde ai nunca mais foram controladas. Acabaram por assumir o controle nas mais diversas formas; aterros sanitários, sacos azuis, assessores, cunhas, especializaram-se em encerramentos, em mentiras, não respeitarem referendos e um não sei que mais de mecanismos perversos.

publicado por carlocos às 23:47
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (4) | favorito
|
Domingo, 26 de Março de 2006

900 Mil euros não são privilégios imorais?

freita e fixe.jpg


Poderá não haver dinheiro para centros de saúde, maternidades, escolas, completar uns míseros 300€ de pensão para idosos, subsídios de desemprego pode ser imoral sustentar todos esses privilégios. Mas para este idoso não há imoralidade.

publicado por carlocos às 16:15
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (4) | favorito
|
Sábado, 25 de Março de 2006

Quem será o próximo a ultrapassar-nos?

O resultado da incompetência governativa esta patente nos dados agora divulgados. Os portugueses desde a uns anos a esta data têm assistido a queda do nível de riqueza por habitante. Esse valor tem tendência a gravar nos anos mais próximos piorando as condições de vida.


Desde o ano passado que todos os indicadores faziam prever que a situação se iria agravar e dentro em breve seríamos o país mais pobre da Europa. Ainda temos alguns estados a traz de nós no ranking, mas por quanto tempo? Brilhantemente Portugal já é mais pobre que a região mais pobre de Espanha. Os portugueses inscritos na segurança social espanhola ultrapassaram os 25.000 no início de Março de 2006. É desta forma que o governo socialista espera combater o desemprego? Teríamos que recuar à década de 60 para encontrar um igual valor na taxa de migração. Para quem tinha saudades de Salazar ele ai esta. Só que a diferença é que as contas públicas não serão consolidadas. Casos como o de Felgueiras onde todo um grupo político (aparentemente) esta envolvido é um exemplo do grau a que a corrupção chegou. Quando alguém como o ex-vereador socialista Horácio Costa vem a publico afirmar que informou determinadas figuras políticas de topo e que o caso foi abafado. Um sinal evidente de encobrimento e que num país civilizado seria o suficiente para o fim da carreira politica dessas criaturas em Portugal nada acontece o povo quedasse impávido e sereno esquecendo que tudo isto serve para a ruína deste mesmo povo e para o enriquecimento ilícito duma camada suja que flutua sobre ele. Cada dia que passa Portugal parece-se mais com africa onde o povo vive na miséria e uma nomenclatura na opulência.


Todos os sinais são evidentes a politica seguida pelo governo é uma perfeita ruína. Neste blog tenho frequentemente alertado para a loucura nos vencimentos dos políticos, gastos exorbitantes têm sido aqui referidos assim como em muitos outros blogs.


É imperioso meter regras a estas sanguessugas, aos sorvedouros de riqueza pública. De estupidez em estupidez conseguirão o ultimo lugar nesse ranking.


Quanto mais tarde forem travados mais pobres seremos. Chegará o momento que mesmo que queiramos não teremos mais nada para dar e quando esse dia chegar que faremos?

publicado por carlocos às 12:47
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 24 de Março de 2006

Presente envenenado.



jovem perde subsidio.jpg 


A nova lei do Subsidio de desemprego traz um presente envenenado. Traz a oportunidade de reduzir legalmente o custo da mão-de-obra.


O facto de o subsídio de desemprego ser 65% do salário que o trabalhador auferia e a nova lei impor que o facto de recusa de emprego por um salário igual ao subsídio o trabalhador perca esse direito. Vai obrigar que o trabalhador aceite um salário inferior em 35% ao que auferia a uns dias a traz.


Claro que o governo e o grande capital são favoráveis a medidas deste calibre. É menos compreensível é que trabalhadores que estão sujeitos a vir a sofrer esta estúpida medida estejam de acordo. Da maneira como a taxa de desemprego esta crescer, interrogo-me quantos dos que votaram favoravelmente na sondagem não tomarão do presente envenenado?!...  


Sondagem Correio da Manhã


DESEMPREGO: Quem não aceita oferta deve perder subsídio?


SIM – 69%


NÃO – 31%

publicado por carlocos às 23:39
link do post | Arrifem comentários | favorito
|

Vida por vida.


Na vida tudo tem o seu tempo, o começo traz inexoravelmente o fim. Sempre fui habituado a respeitar e honrar a abnegação com que os bombeiros prestam auxilio ás populações do qual fazem parte. Os exemplos da sua coragem e sentido de dever estão patentes nos riscos que correm. Muitas das vezes o da própria vida.


Não precisamos de recuar muito no tempo para encontrarmos casos de bombeiros que perderam a vida no combate a incêndios. Vários foram os casos no ano passado em que incorporações de bombeiros vestiram o luto em honra de companheiros que na flor da idade perderam a vida a lutar contra um inimigo mais poderoso. Quer seja ele o fogo como a descoordenação provocada por decisores políticos.


É triste a forma com o ministro fala em "guerras de capela" e "falta de humildade", chamando à mobilização "de todos" no combate aos fogos florestais. Que mais se pode pedir a pessoas que voluntariamente dão a vida por vida e não a vida por dinheiro. Que maior exemplo de humildade temos que o dos bombeiros que perderam a vida sem pedir nada em troca. Durante os verões que antecederam. Não só, fomos testemunhas do esforço e abnegação dos bombeiros deste país, como da coragem que nós brindaram.


Os bombeiros simplesmente querem respeito e consideração e desejam ser comandados por iguais. Nada mais pedem que o respeito devido dos burocratas. Que nada mais sabem do que virar os cidadãos uns contra os outros, enquanto se vão governando.


Nada mais justo que bombeiros que toda uma vida deram pela causa servindo. Sejam comandados por bombeiros que toda uma vida conviveram com o perigo das chamas. A eles compete pela experiência comandar quem as mesmas lágrimas verteu. Os incêndios não se combatem com operações stop, escondidos a traz de uma curva. Nem se aprende com formação apressada a comandar numa área onde um erro pode causar a morte de pessoas. Comandar homens, combater incêndios, não é o mesmo que fazer despachos a traz de uma secretaria.


publicado por carlocos às 23:24
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (1) | favorito
|

Crise, qual crise?

Do nosso parceiro na blogesfera Galo verde chegou mais esta prenda da demonstração que o governo não tem, nem nunca teve intenção de realizar contenção nas despesas publicas. Tem e isso sim intenção de explorar a população até a exaustão.


A propaganda com que fomos brindados durante um ano de governo irresponsável e incompetente, fez os seus frutos. De tal modo profícuos que se permitem fechar maternidades e centros de saúde com a justificação na redução do deficit e como reverso temos aumentos de 30% nos salários de gestores públicos.


Os fabulosos salários na ERC são um perfeito escândalo. É mais uma prova que o objectivo deste governo é sugar ao máximo os dinheiros dos contribuintes em proveito próprio. Quando regateiam e recusam alguns poucos euros para repor a diferença entre a pensão de reforma e uns míseros 300€ aos idosos, pavoneando-se com a justeza da medida. Comparando com o estado do país e fazendo jus à crise financeira que enfrentamos e ás condições da classe politica. Estes vencimentos abaixo referidos são escandalosos.


 


Quanto custa ao país a "domesticação" da Comunicação Social.


Por informação da Presidência do Conselho de Ministros ficámos a saber que


- António Filipe, presidente da ERC recebe 6.415,95 euros (1663,39€ desp.representação)


- O vice-presidente recebe 5.845,63 euros (1348,99 desp.representação)


- Os 3 vogais recebem cada um 5.465,43 euro.

Estes vencimentos - denominados de grupo A, Nível 1, ou seja, de gestores públicos de topo de tabela - foram fixados por ordem dos ministros das Finanças e dos Assuntos Parlamentares. Recebem mais do que um ministro de Estado. A falta de vergonha não tem fim.
publicado por carlocos às 16:23
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 22 de Março de 2006

As vítimas têm direito à segurança.

As vítimas de crimes vão passar a ser avisadas quando o seu agressor sair em liberdade (NOTÍCIA AQUI). É uma medida que peca por ser tardia. E é o resultado da perca de tempo de um ministro que em vez de trabalhar em resultado da eficácia da justiça e na melhoria da protecção à vítima preocupou-se antes, em medidas de eficácia duvidosa mas de grande valor mediático, como as férias judiciais. Outra preocupação é a forma de investigação à classe politica. De tal modo é a preocupação que duvido a possibilidade de futuras investigações.


Tivesse este governo a preocupação com o que de positivo se estava a fazer e esta medida estaria já implementada e não em projecto. Mais uma vez o que de positivo vem deste governo é tardio e resulta da imposição de directivas europeias.


Na continuação da protecção à vítima não deviriam os avisos incidirem só sobre as anteriores mas também de modo a evitar possíveis futuras vitimas. As populações deveriam ser informadas da presença de predadores sexuais e pedófilos na zona, de modo que a comunidade pudesse criar mecanismos de protecção.


Neste momento um predador sexual mesmo que pedófilo pode movimentar-se livremente entre o universo de possíveis vitimas e escolher sem o menor constrangimento o alvo da sua violência.  


Tirando o caso mais que mediático da Casa Pia, onde os pedófilos são sobejamente conhecidos e onde existem já condenações de processos dai resultantes. E outros que ainda não. Quantos mais se passearão impunemente dentro do seio da sociedade, das próprias famílias e círculos de amigos, prontos a praticar as maiores perfídias a coberto do segredo e cumplicidade das autoridades. Ao esconder da população comportamentos criminosos não permitindo a sua protecção é uma acto também ele criminosos. As vítimas também têm direitos! O direito de se protegerem de predadores.

publicado por carlocos às 22:42
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 19 de Março de 2006

Nunca desistir.

rui_pedro.jpg


Carregue na imagem para ampliar.

publicado por carlocos às 19:46
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (4) | favorito
|
Sábado, 18 de Março de 2006

Os ciganos de agora são outros.

Uma espécie de comissão para a redução de tachos no estado entregou ao governo, no dia 6 de Março um relatório que propõe a redução de organismos de 414 para 294.


Não sei porquê, mas não acredito muito nisso. E os tachos para os boys acabam? Mesmo a aumentar as administrações das empresas públicas não chega. A canalha é tanta que… bem os organismos que ficarem duplicarão os lugares de chefia e direcção. Só o funcionário público até ao nível inferior a chefe é que vai para a tal bolsa de excedentários. Bem sempre arranjarão algum da outra cor, para abrilhantar o ramalhete.


Eles fazem espectáculo atacam a raia miúda da FP os demais cidadãos mas o tacho deles esta garantido. Exemplos são muitos e variados. Varas, gomes, Constâncio, a filha deste, o amigo daquele, o amante deste e desta. Desde que da cor tudo tem tacho. E a raia miúda ladra aos cães de passagem.


A actuação do tuga em geral, faz lembrar os cães das aldeias de quando era miúdo; Os ciganos de então eram nómadas, deslocavam-se de terra em terra pois não podiam permanecer mais que 3 dias em cada local. O meio de transporte por eles utilizado era a carroça aparelhada por animais, machos, mulas ou burros. E atrás presos por cordas vinham sempre cães tristes e cabisbaixos. Havia quem disse-se que eram roubados nas aldeias por onde passavam. Não sei se era verdade. Mas os animais pareciam olhar para nós miúdos, protegidos pelas saias das nossas mães, solicitando que os acudíssemos. Tristes de fazer dó, lá iam até ao acampamento desses dias. Os cães dos locais por onde eles passavam, ladravam, ladravam. Mas aos da mesma espécie. E iam a traz das carroças tentando morder os prisioneiros.


Dias depois quando os ciganos abandonavam o local, era sempre dada pela falta de alguns cães. Nunca os queridos de seus donos. Esses eram guardados a bom recato. Só os abandonados ou desgraçados que não tinham lar. Desses nunca mais ninguém sabia nada. Nem tão pouco se interessavam. Quem sabe se não iam engrossar a bolsa de prisioneiros desgraçados.


Mas os ciganos continuavam. Era o seu modo de vida errante. Que me fascinava.

publicado por carlocos às 01:40
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 16 de Março de 2006

Qualquer coisa como 5 manias minhas? …

Ele há cada coisa!... Uma “marinheira de passagem durante o serviço de SAR” viu-me placidamente a apanhar banhos de sol numa ilha deserta. E mandou-me uma bóia de salvação para que eu confessasse 5 manias. Demanda difícil encontrar 5 manias. Como é possível alguém julgar que sou um simples mortal e comungar dos seus defeitos.


Aqui vão:


1º Que não ligo para ao futebol, apesar de saber que o Benfica é o maior.


2º Fazer minha, as lutas dos outros.


3º Solidário com os mais fracos.


4º Desejar que o mundo fosse solidário e que nada faltasse a ninguém.


5º Acreditar que os políticos são desonestos.

publicado por carlocos às 21:51
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (5) | favorito
|
Terça-feira, 14 de Março de 2006

Mais manifestações.

Agentes da PSP e GNR manifestam-se hoje em seis cidades. Reclamam o pagamento de horas extraordinárias e a actualização do subsídio de fardamento. Nada mais justo! Se os outros funcionários do estado estão obrigados a cumprir 35 horas, porque haverão outros com horários aberrantes?


O período de horário máximo em Portugal, mesmo no privado é de 40 Horas.


Será que uns têm direitos e outros não? Se os deveres são iguais os direitos terão que ser iguais.


Se eles tinham regalias ditas injustificadas. Também tinham e têm deveres injustiçados. Por isso se acabam com uns, têm que terminar com outros.


Já lá vai longínquo o dia de 12 de Fevereiro 1761 em que Sebastião José de Carvalho e Melo decretou o fim da escravatura. Não estou, nem pretendo estar preparado para que alguém de inteligência suspeita, decrete de novo uma forma de escravatura dos tempos modernos.


Assim igualem todos os portugueses. Reformas aos 65 para todos horários laborais iguais para todos.


Proponho horário laboral de 37.5 para todas as áreas. E, horas extraordinárias pagas, a valores justos como esta definido em lei.


Assim deste modo façam as contas e vejam quanto custará ao estado a medida de combate aos privilégios injustificados.

publicado por carlocos às 20:07
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (5) | favorito
|

Slobodan Milosevic suicidio ou assassinio?

É curioso, se suspeitavam que Slobodan Milosevic não tomava os medicamentos ao ponto de fazerem frequentes analise ao sangue. Para confirmarem a existência dos químicos activos dos medicamentos, prescritos pela equipa médica responsável por Slobodan Milosevic. Como é possível que durante uma dessas análises de rastreio, nunca tenham detectado nem suspeitado da existência de um químico inibidor do tratamento que tinham prescrito? Terão sido negligentes? Não era detectável? Então porque foi agora detectado?
Várias outras dúvidas ainda subsistem, sobre a morte do ditador socialista Sérvio.
É curioso que nunca tenham detectado o químico providencial; é curioso saber quem lhe terá feito chegar esse dito produto.
Se ele tomava um determinado medicamento com o objectivo de inibir o tratamento. Quem lhe facultou o tal inibidor? Não poderá ou deverá ser acusado de homicídio? É curioso, mas quem responde?
publicado por carlocos às 01:10
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (3) | favorito
|

O ódio não escolhe fronteiras, nem é compreensível.

terror Madrid.jpg mapaMadrid.jpg Madrid_2004-04-12.jpg
Sábado, dia 11 de Março em Madrid foram homenageadas as 192 vítimas da matança.
Nesse dia de 2004 a cidade acordou com o horror do terrorismo na forma que nunca tinham sentido.
Espanha e Madrid tinha o conhecimento do terrorismo e da forma brutal como mata. Por via da actuação da ETA. Pairava sobre Madrid uma atmosfera de suspeita, as eleições estavam a porta e era um momento privilegiado para a actuação da ETA. Dias antes tinha sido aprendida uma carrinha carregada de explosivos atribuída a ETA nos arredores de Madrid.
Os madrilenos vinham a conviver esporadicamente com actos terroristas. Mas, nada os tinha preparado para o que iria passar no início desse dia. Nesse infame dia de 11 de Março ás 07.35, inicia-se a sangrenta matança nas estações ferroviárias de Atocha, Santa Eugenia y El Pozo. O saldo desse dia resultaria em 192 mortos e 1.421 feridos.
Talvez seja bom perguntar ao ministro dos negócios estrangeiros socialista. Se este acontecimento gerasse uma violência de efeito igual a dos cartoons. Também seria «compreensível»! Ou o facto de não haver perseguições a muçulmanos em Espanha não lhe sugere nada.

publicado por carlocos às 00:38
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 12 de Março de 2006

O fim de um ditador.

A morte de uma pessoa é sempre um choque! Com a morte de Slobodan Milosevic perto do fim do seu julgamento e Segundo a televisão da Sérvia, após um «súbito agravamento» do seu estado de saúde. Priva a justiça de seguir o seu curso e condenar um dos ditadores e assassinos da nossa história recente.
As nações são férteis a formar seres como Slobodan Milosevic. Eles existem e actuam em todos os continentes. Muitas vezes com a cooperação das nações mais poderosas.
Quantas vezes por questões geopolíticas, nações que deveriam fazer prevalecer a democracia e os direitos humanos apoiam um ditador sanguinário.
Slobodan Milosevic não foi o primeiro nem será o último dos chefes de estado que decretará genocídios. Nem tão pouco ele foi o único dos criminosos naquele conflito. Do outro lado também!

«Milosevic, desde 1987 secretário-geral do Partido Comunista sérvio (reconvertido em 1990 em Partido Socialista da Sérvia), obteve destaque político internacional devido aos conflitos entre sérvios ortodoxos e albaneses muçulmanos de Kosovo, ao tornar-se o representante máximo do nacionalismo da "Grande Sérvia". Em 1990, suprimiu a autonomia das províncias sérvias de Kosovo e Voivodina. Partidário da manutenção da integridade do Estado jugoslavo, dominado pelos sérvios, opôs-se às declarações de independência da Eslovénia e da Croácia em 1991, agravando o conflito com o envio do Exército jugoslavo contra essas repúblicas. Esse fato desencadeou a guerra que conduziu à dissolução da Jugoslávia. Em consequência da declaração de independência da Bósnia-Herzegovina em 1992, apoiou o líder sérvio Radovan Karadzic, que transformou essa república, caracterizada pela sua multiplicidade étnica e religiosa, no palco principal da guerra da ex-jugoslávia. Submetido a pressões e ao embargo decretado pela ONU desde Maio de 1992, participou finalmente do processo de paz que levaria, em 1995, à assinatura do Tratado de Dayton. Num momento de graves problemas económicos e de demonstração de insatisfação da opinião pública, em 1996 teve de enfrentar uma forte oposição. As eleições no final de 1996, ganhas pelos seus adversários em muitas cidades do país, deram origem a outro conflito, pois Milosevic se recusou a aceitar os resultados. Não podendo concorrer às eleições presidenciais sérvias de 1997 por imperativo constitucional, fez-se eleger presidente da Jugoslávia no verão de 1997 por ambas as câmaras do Parlamento Federal, conservando a posição de homem forte da Sérvia.»
publicado por carlocos às 02:49
link do post | Arrifem comentários | favorito
|
Sábado, 11 de Março de 2006

Quem me acode???????

Estou completamente marafado com estes novos blogs. Que raio de modernices que usurpou o antigo. Agora já não existe. Quem me manda a mim andar a experimentar! Agora que estava a entender um pouco de HTML, mandam o assunto aos papeis.
Enquanto não organizar ao meu gosto vou andar por aqui aos bonés.
Socorro; socorro; que me amando daqui abaixo. Quem me acode???????
publicado por carlocos às 17:28
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 6 de Março de 2006

A Finlândia ali tão perto.

O PM foi de visita à Finlândia… Foi constatar o modo de vida dos finlandeses. Talvez para estudar o rumo pelo qual temos que enveredar para os alcançar. O rumo é simples, o objectivo é que não. Por mais que tentemos esta fora do nosso alcance é uma questão politico-cultural. Muitos anos de evolução nos separam. Não seriam tantos se os níveis de corrupção não fossem tão diferentes e a competência dos nossos dirigentes tão diminuta. Por cá, quando se vai a votos é para nos livrarmos do governo actual. Estamos fartos da merda que este fez. Por lá é para eleger um governo. Por isso só vejo uma maneira de alcançar os finlandeses – Como não podemos evoluir de modo a atingir um nível idêntico ao deles. Teremos que criar forma de os atrasar. Nada melhor que trocar-mos de políticos. Os deles vêm para cá, os nossos ficam por lá. Em cinco anos serão o povo mais pobre da Europa. E nós por cá?...


Gostaria de poder avaliar o resultado. Se os corrompíamos ou se evoluíamos?...

publicado por carlocos às 19:50
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (2) | favorito
|

Por muito pouco seremos imensos.


Através do blog do nosso companheiro Diesel, cheguei a este site  que tem como objectivo ajudar a encontrar pessoas desaparecidas. É desta forma que coloco a foto a seguir aos artigos.


É pouco o que podemos fazer na ajuda destas crianças desaparecidas. Mas, o mundo da Internet é enorme, por muito pouco, seremos com vontade imensos.

publicado por carlocos às 16:05
link do post | Arrifem comentários | ver comentários (1) | favorito
|

referer referrer referers referrers http_referer

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.links

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds